Justiça Federal absolve Lula e Gilberto Carvalho de acusação de corrupção na Operação Zelotes

A Justiça Federal do Distrito Federal absolveu o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ex-chefe de gabinete Gilberto Carvalho e outras cinco pessoas acusadas pelo Ministério Público Federal de favorecer montadoras por meio da edição da Medida Provisória 471 de 2009.

Segundo a decisão do juiz federal Frederico Botelho de Barros Viana, a investigação não “demonstrou de maneira convincente” como o ex-presidente e seu chefe de gabinete “teriam participado no contexto supostamente criminoso”. Em maio, nas alegações finais, o Ministério Público Federal (MPF), que havia oferecido a denúncia em 2017, mudou de posição e pediu a absolvição de Lula.

“Isso porque muito embora existam elementos que demonstrem a atuação por parte da empresa de Mauro Marcondes — Marcondes e Mautoni — no que se refere à prorrogação de benefícios fiscais às empresas CAOA e MMC, não há evidências apropriadas e nem sequer minimamente aptas a demonstrar a existência de ajuste ilícito entre os réus para fins de repasse de valores em favor de Luiz Inácio Lula da Silva e Gilberto Carvalho”, diz a sentença.

Na denúncia, o MPF alegava que a promessa de vantagem indevida — R$ 6 milhões para a campanha eleitoral do Partido dos Trabalhadores — teria como objetivo favorecer as montadoras de veículo MMC e CAOA por meio de edição da MP, “cuja tramitação foi favorecida com celeridade atípica”. A acusação ainda apontava que os empresários teriam tido acesso ao texto antes de sua publicação, “depois de realizados os ajustes encomendados”. Para o órgão, porém, houve insuficiência de provas para a condenação.

“É segura, portanto, a conclusão de que que a acusação carece de elementos, ainda que indiciários, que possam fundamentar, além de qualquer dúvida razoável, eventual juízo condenatório em desfavor dos réus”, afirmou o magistrado na decisão desta segunda-feira.

Riacho das Almas amplia vacinação contra Covid-19 para pessoas a partir de 45 anos e trabalhadores da Indústria

A Prefeitura de Riacho das Almas começa a vacinar, nesta terça-feira (22), as pessoas com idade a partir de 45 anos e trabalhadores de indústrias localizadas no município. A vacinação acontece no Salão Paroquial, na Avenida Agamenon Magalhães, S/N), das 8h às 12h.

O agendamento está disponível no site vacina.riachodasalmas.pe.gov.br, ou presencialmente na Secretaria Municipal de Saúde e nas Unidades Básicas de Saúde da Zona Rural.

No dia da imunização é necessário a apresentação do CPF, documento de identificação com foto, cartão do SUS e comprovante de residência.

Os trabalhadores da Indústria precisam ter idade a partir de 40 anos, apresentar os documentos pessoas acima informados e declaração da empresa com os dados do funcionário. Um modelo de declaração está disponível no site da Prefeitura. O documento deve ter indicação do CNPJ (Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica), CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas) e sua descrição. O trabalhador precisa apresentar ainda o último contracheque ou cópia da carteira de trabalho.

Sistema Jucazinho volta a abastecer Zona Rural de Caruaru e mais cinco cidades do Agreste

A Compesa informa que a Estação Elevatória 2 de Jucazinho voltou a operar ontem (20), após a substituição do transformador de grande porte que havia queimado. Com isso, voltam a ser abastecidas hoje (21), por este Sistema, as cidades de Cumaru, Passira, Riacho das Almas, Bezerros e Gravatá, além das seguintes localidades da zona rural de Caruaru: Contendas (lado B), Rafael (lado B2), Cachoeira Seca, Riacho Doce, Veada Morta, Juá, Jacaré Grande e Lagoa Roçada.

“Nós instalamos um transformador provisório até que a aquisição de um novo equipamento esteja concluída, já permitindo retornamos com os 30% de incremento da vazão vinda de Jucazinho. Por medida de segurança, uma vez que precisamos aguardar o tempo de saturação da rede, vamos continuar até o final do mês com o calendário provisório, voltando a abastecer no esquema de 5 dias com X 5 dias agora em julho”, explica o gerente de Unidade de Negócios da Compesa, Denis Mendes.

Prefeitura abre consulta pública para parceria público-privada de iluminação municipal

Foto: Elvis Edson

A Prefeitura de Caruaru, por meio da Secretaria de Serviços Públicos e Sustentabilidade, anuncia a abertura de consulta pública para parceria público-privada (PPP) de iluminação municipal. O projeto, estruturado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), abre análise e contribuição de qualquer cidadão, cidadã ou organização, através de sugestões, comentários e críticas ao modelo proposto, disponível no site do município. A consulta pública fica em aberto até o dia 2 de agosto de 2021.

O modelo do projeto foi desenvolvido pelo BNDES, com apoio de consórcio de consultores de empresas privadas. A licitação deverá se basear no menor valor de contraprestação a ser pago pela Prefeitura. O valor estimado é de até R$ 270 milhões, referente à receita prevista para os 20 anos de período de concessão.

O secretário de Serviços Públicos e Sustentabilidade de Caruaru, Ytalo Farias, explica mais sobre o que é a PPP. “Trata-se de um projeto que prevê melhorias para o parque de iluminação municipal com a instalação de LED em todo o perímetro, correção de problemas técnicos e implementação de tecnologias.”

Entre as melhorias citadas, estão a telegestão, monitoramento da iluminação das principais vias, implementação do Centro de Comando e Operação (CCO), iluminação de destaque em 15 prédios públicos e dimerização, tecnologia que possibilita o controle da potência da iluminação pública de acordo com o horário e necessidade. Além disso, as luminárias também contarão com tecnologias de Cidades Inteligentes, como o 5G, por exemplo.

O modelo apresentado traz referências aos já aplicados em cidades como Porto Alegre (PA) e Teresina (PI). A empresa vencedora da licitação ficará responsável pela prestação, modernização, expansão, operação e manutenção dos serviços, que impactarão positivamente na vida, bem-estar e segurança dos caruaruenses.

As informações sobre a PPP, tal como o formulário on-line da consulta pública, estão disponíveis no site da Prefeitura, através do link caruaru.pe.gov.br/parceria-publico-privada-da-iluminacao/. Após o encerramento do período da consulta, em 2 de agosto, será lançado o edital da licitação.

As informações sobre a concessão, como minutas do edital e do contrato, especificações mínimas do serviço e estudos técnicos, estão também disponíveis no site da Prefeitura. As contribuições, sugestões e dúvidas devem ser enviadas por meio do formulário on-line disponibilizado pelo município. Após o encerramento do período da consulta pública e da publicação na internet, e do relatório com a consolidação das sugestões, será lançado o edital de licitação.

Aeroporto de Caruaru recebe projeto de expansão cultural

O Governo de Pernambuco publicou no Diário Oficial do Estado o edital para a contratação da empresa que ficará responsável pela elaboração do projeto para expansão do Aeroporto Oscar Laranjeiras em Caruaru.
A iniciativa tem como objetivo, expandir a infraestrutura do equipamento, incrementar o número de operações e permitir o recebimento de aeronaves maiores e voos comerciais noturnos

Após a inauguração dos voos comerciais regulares no Aeroporto de Caruaru em novembro de 2020, o Governo de Pernambuco está destinando novos investimentos ao equipamento.

O projeto inicial, com investimento de no máximo R$1.071.076,71, prevê a elaboração do projeto básico para ampliação da estrutura do equipamento, incluindo, a expansão do terminal de passageiros, a seção contra incêndio, o pátio de aeronaves, pista de pouso e decolagem e taxiways; o Plano Diretor do aeroporto e, ainda, os estudos de viabilidade técnica, preliminar, topográficos e geotécnicos. Após essa etapa, será possível contratar as referidas obras com recursos estaduais estimados em R$20 milhões.

PE inicia nova fase de flexibilização de restrições do Plano de Convivência com a Covid-19

Começa a funcionar a partir de hoje (21) em Pernambuco, a nova fase das restrições do Plano de Convivência com a Covid-19. De acordo com o Governo do Estado, a melhora nos indicadores de saúde do Estado permitiu a flexibilização das atividades e serviços. As regras estabelecidas em decreto serão válidas a princípio, até 4 de julho.

As principais mudanças no plano incluem, além da expansão dos horários, a liberação de cinemas, museus, teatros, eventos corporativos e atividades esportivas coletivas e individuais. Setores como comércio de praia, ciclofaixas e parques de diversão deverão ser regulamentados e fiscalizados pelos respectivos municípios.

Os horários de funcionamento também foram ampliados com a flexibilização. A partir desta segunda-feira, as atividades poderão funcionar até 22h durante a semana. Aos sábados, domingos e feriados, a flexibilização será até 21h.

As regras valem para cidades das regiões Macro I (RMR, Zona da Mata e Agreste), Macro II (Agreste) e Macro IV (Sertão).

Na Macro III (Sertão), que engloba as Gerências Regionais de Saúde (Geres) com sedes em Arcoverde, Afogados da Ingazeira e Serra Talhada, as atividades econômicas poderão voltar a funcionar até 18h, tanto nos dias de semana como aos sábados, domingos e feriados, até 27 de junho.

Coronavírus em Pernambuco
Os dados mais recentes da pandemia em Pernambuco, divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) no domingo (20), indicam um acumulado de 536.671 casos de Covid-19 e 17.254 mortes. O último período de 24 horas teve registros de 964 casos positivos da doença e 38 mortes. Há 450.773 pacientes recuperados da doença desde o início da pandemia.

Os números da vacinação apontam para 29,0% da população pernambucana vacinada com a primeira dose, o correspondente a 2.788.126 pessoas. Com a segunda dose, estão imunizadas 1.025.349 pessoas, equivalente a 10,7%.

Pernambuco aplicou 3.813.475 doses de vacinas ao todo.

Academias e similares
50% da utilização dos aparelhos de cardio
Horário: até 22h em dias de semana e 18h nos fins de semana e feriados

Serviços de alimentação
50% da capacidade do local
Horário: 22h em dias de semana e 21h nos finais de semana
Permanece proibida música ao vivo

Comércio varejista de bairro
1 cliente a cada 5m² para área interna das lojas e 1 cliente a cada 10m² nas áreas de circulação
Horário: 8h às 20h nos dias de semana e 9h às 19h nos finais de semana e feriados

Comércio varejista de centro
1 cliente a cada 5m² para área interna das lojas e 1 cliente a cada 10m² nas áreas de circulação
Horário: 8h às 20h nos dias de semana e 9h às 19h nos finais de semana e feriados

Praias, comércio de praia, ciclofaixas e calçadões
Serão objeto de regulamentação e fiscalização por cada município

Escolas e universidades
Manter o distanciamento de 1,5m entre as bancas escolares, reduzindo a quantidade de estudantes quando necessário
Horário: 6h às 22h

Escritórios e comerciais
50% da capacidade do local considerando o distanciamento de 1,5m entre as estações de trabalho
Horário: 8h às 20h nos dias de semana e 9h às 19h nos finais de semana e feriados

Feira de negócios
Horário: até 22h em dias de semana e 21h em fins de semana e feriados

Igrejas e atividades religiosas
50% da capacidade do local ou 300 pessoas, o que for menor
Horário: até 22h em dias de semana e 21h em fins de semana e feriados

Polo de confecções
Horário: até 20h

Shoppings centers e galerias comerciais
1 cliente a cada 5m² para área interna das lojas e 1 cliente a cada 10m² nas áreas de circulação
Horário: 22h nos dias de semana e de 21h nos finais de semana e feriados

Eventos corporativos
50 pessoas ou 30% da capacidade do local, o que for menor. Proibido música ao vivo
Horário: até 22h nos dias de semana e 21h nos finais de semana e feriados

Eventos sociais e buffets
Permanecem vedados

Eventos culturais
Permanecem vedados

Colação de grau, aula da saudade e culto ecumênico
50 pessoas ou 30% da capacidade do local, o que for menor
Horário: até 22h nos dias de semana e 21h nos finais de semana e feriados
Proibido alimentos, bebidas e música ao vivo.

Cinema, teatro e circo
100 pessoas ou 30% da capacidade do local, o que for menor
Horário: até 22h nos dias de semana e 21h nos finais de semana e feriados

Museus e demais equipamentos culturais
1 visitante a cada 20m² nas áreas expositivas internas e 1 visitante a cada 10m² nas áreas expositivas externas
Horário: até 22h nos dias de semana e 21h nos finais de semana e feriados

Parques temáticos, aquáticos, jogos eletrônicos, itinerantes e similares
Serão objeto de regulamentação e fiscalização por cada municípios
Permanecem vedados shows

Parques infantis
Serão objeto de regulamentação e fiscalização por cada município

Atividades esportivas coletivas e individuais
Liberados a prática, treinamento e competições das modalidades esportivas coletivas e individuais em centros esportivos, clubes sociais e associações esportiva
Horário: até 22h nos dias de semana e 21h nos finais de semana e feriados
Sem show

Jogos de futebol profissional em estádios – sem público

Clubes sociais
Horário: até 22h nos dias de semana e 21h nos finais de semana
Proibido saunas

Como ficam as atividades na Macro III (Sertão)
* lista de cidades no fim do texto

Academias e similares
50% da utilização dos aparelhos de cardio
Horário: até 18h em dias de semana e nos fins de semana e feriados

Serviços de alimentação
50% da capacidade do local
Horário: até 18h em dias de semana e nos fins de semana e feriados
Permanece proibida música ao vivo

Comércio varejista de bairro
1 cliente a cada 5 m² para área interna das lojas e 1 cliente a cada 10 m² nas áreas de circulação;
Horário: 8h às 18h nos dias de semana e 9h às 18h nos finais de semana e feriados.

Comércio varejista de centro
1 cliente a cada 5 m² para área interna das lojas e 1 cliente a cada 10 m² nas áreas de circulação
Horário: das 8h às 18h nos dias de semana e 9h às 18h nos semana e feriados

Praias, comércio de praia, ciclofaixas e calçadões
Serão objeto de regulamentação e fiscalização por cada município

Escolas e universidades
Manter o distanciamento de 1,5 m entre as bancas escolares, reduzindo a quantidade de estudantes quando necessário
Horário: 06h às 18h

Escritórios e comerciais
50% da capacidade do local considerando o distanciamento de 1,5 m entre as estações de trabalho
Horário: das 8h às 18h nos dias de semana e das 9h às 18h nos finais de semana e feriados

Feira de negócios
Horário: até 18h em dias de semana e em fins de semana e feriados

Igrejas e atividades religiosas
50% da capacidade do local ou 300 pessoas, o que for menor
Horário: até 18h em dias de semana e em fins de semana e feriados

Shoppings centers e galerias comerciais
1 cliente a cada 5 m² para área interna das lojas e 1 cliente a cada 10 m² nas áreas de circulação
Horário: até 18h nos dias de semana e nos finais de semana e feriados

Eventos corporativos
50 pessoas ou 30% da capacidade do local , o que for menor
Proibido música ao vivo
Horário: até 18h nos dias de semana e nos finais de semana e feriados

Eventos sociais e buffets
Permanecem vedados

Eventos culturais
Permanecem vedados

Colação de grau, aula da saudade e culto ecumênico
50 pessoas ou 30% dada capacidade do local, o que for menor
Horário: até 18h nos dias de semana e nos finais de semana e feriados
Proibido alimentos, bebidas e música ao vivo

Cinema, teatro e circo
100 pessoas ou 30% da capacidade do local, o que for menor
Horário: até 18h

Museus e demais equipamentos culturais
1 visitante a cada 20m² nas áreas expositivas internas e 1 visitante a cada 10m² nas áreas expositivas externas
Horário: até 18h nos dias de semana e nos finais de semana e feriados

Parques temáticos, aquáticos, jogos eletrônicos, itinerantes e similares
Serão objeto de regulamentação e fiscalização por cada município
Permanecem vedados shows

Parques infantis
Serão objeto de regulamentação e fiscalização por cada município

Atividades esportivas coletivas e individuais
Liberados a prática, treinamento e competições das modalidades esportivas coletivas e individuais em centros esportivos, clubes sociais e associações esportiva
Horário até 18h nos dias de semana e nos finais de semana e feriados
Sem show

Jogos de futebol profissional em estádios – sem público

Clubes sociais
Horário: até 18h nos dias de semana e nos finais
Proibido saunas

Lista de cidades por Gerência Regional de Saúde (Geres)

Macro I

Geres I
Abreu e Lima, Araçoiaba, Cabo de Santo Agostinho, Camaragibe, Chã de Alegria, Chã Grande, Fernando de Noronha, Glória do Goitá, Igarassu, Itamaracá, Ipojuca, Itapissuma, Jaboatão dos Guararapes, Moreno, Olinda, Paulista, Pombos, Recife, São Lourenço da Mata, Vitória de Santo Antão

Geres II
Bom Jardim, Buenos Aires, Carpina, Casinhas, Cumaru, Feira Nova, João Alfredo, Lagoa do Carro, Lagoa do Itaenga, Limoeiro, Machados, Nazaré da Mata, Orobó, Passira, Paudalho, Salgadinho, Surubim, Tracunhaém, Vertente do Lério, Vicência

Geres III
Água Preta, Amaraji, Barreiros, Belém de Maria, Catende, Cortês, escada, Gameleira, Jaqueira, Joaquim Nabuco, Lagoa dos Gatos, Maraial, Palmares, Primavera, Quipapá, Ribeirão, Rio Formoso, São Benedito do Sul, São José da Coroa Grande, Sirinhaém, Tamandaré e Xexéu

Geres IX
Aliança, Camutanga, Condado, Ferreiros, Goiana, Itambé, Itaquitinga, Macaparana, São Vicente Férrer e Timbaúba

Macro II

Geres IV
Agrestina, Panelas, Alagoinha, Pesqueira, Altinho, Poção, Barra de Guabiraba, Riacho das Almas, Belo Jardim, Sairé, Bezerros, Sanharó, Bonito, Santa Cruz do Capibaribe, Brejo da Madre de Deus, Santa Maria do Cambuca, Cachoeirinha, São Bento do Uma, Camocim de São Félix, São Caetano, Caruaru, São Joaquim do Monte, Cupira, Tacaimbo, Frei Miguelinho, Taquaritinga do Norte, Gravatá, Toritama, Ibirajuba, Vertentes, Jatauba, Jurema

Geres V
Águas Belas, Lajedo, Angelim, Palmeirina, Bom Conselho, Paranatama, Brejão, Saloá, Caetés, São João, Calçado, Terezinha, Canhotinho, Capoeiras, Correntes, Garanhuns, Iati, Itaíba, Jucati, Jupi, Lagoa do Ouro

Macro III

Geres VI
Arcoverde, Buíque, Custódia, Ibimirim, Inajá, Jatobá, Manari, Pedra, Petrolândia, Sertânia, Tacaratu, Tupanatinga, Venturosa

Geres V
Afogados da Ingazeira,Brejinho, Carnaíba, Iguaraci, Ingazeira, Itapetim, Quixaba, Santa Terezinha, São José do Egito, Solidão, Tabira, Tuparetama

Geres VI
Betânia, Calumbi, Carnaubeira da Penha, Flores, Floresta, Itacuruba, Santa Cruz da Baixa Verde, São José do Belmonte, Serra Talhada e Triunfo

Macro IV

Geres XI
Araripina, Bodocó, Exu, Granito, Ipubi, Moreilândia, Ouricuri, Parnamirim, Santa Cruz, Santa Filomena, Trindade

Geres XII
Belém de São Francisco, Cedro, Mirandiba, Salgueiro, Serrita, Terra Nova, Verdejante

Geres VIII
Afrânio, Cabrobó, Dormentes, Lagoa Grande, Orocó, Petrolina, Santa Maria da Boa Vista

Auxílio Emergencial: beneficiários do Bolsa Família recebem hoje

Foto: Marcelo Camargo

A Caixa paga a terceira parcela do auxílio emergencial 2021 para os beneficiários que fazem parte do Bolsa Família com número do NIS (Número de Identificação Social) final em 3, nesta segunda-feira (21).

O recebimento do auxílio emergencial é realizado da mesma forma e nas mesmas datas do benefício regular para quem recebe o Bolsa Família. Para quem recebe por meio da Poupança Social Digital, os recursos podem ser movimentados pelo aplicativo Caixa Tem e na rede lotérica de todo o Brasil, ou sacados por meio do Cartão Bolsa Família ou Cartão Cidadão.

Calendário do Bolsa Família 2021
Calendário do Bolsa Família 2021

O auxílio emergencial foi criado em abril do ano passado pelo governo federal para atender pessoas vulneráveis afetadas pela pandemia de covid-19. Ele foi pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1,2 mil para mães chefes de família monoparental e, depois, estendido até 31 de dezembro de 2020 em até quatro parcelas de R$ 300 ou R$ 600 cada.

Neste ano, a nova rodada de pagamentos, durante quatro meses, prevê parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo do perfil: as famílias, em geral, recebem R$ 250; a família monoparental, chefiada por uma mulher, recebe R$ 375; e pessoas que moram sozinhas recebem R$ 150.

Agência Brasil

Em nota, PSD Caruaru lamenta morte de Vinho Contador

O Partido Social Democrático (PSD) lamenta profundamente o falecimento de Ewerson Airlan dos Santos, o nosso querido Vinho Contador, neste domingo (20), aos 40 anos de idade, vítima da Covid-19.

Vinho desempenhou com responsabilidade e competência a contabilidade do diretório municipal, mas além disso, tinha um grande coração, sempre atencioso e prestativo. Deixará saudades em todos que tiveram o privilégio de conhecê-lo.

Neste momento de dor extrema vivido pela sua esposa Sarah Monteiro, demais familiares, amigos e companheiros, desejamos que Deus conforte o coração de todos.

Raffiê Dellon
Presidente do Partido Social Democrático Caruaru

Confira a programação das aulas para os alunos da Rede Municipal de Ensino de Caruaru pela TV Câmara

A Secretaria de Educação e Esportes de Caruaru (Seic) divulga a programação das aulas transmitidas pela TV Câmara desta semana (21 a 25 de junho, com exceção do dia 24, feriado, Dia de São João). O conteúdo pode ser acompanhado pelo canal 22.2.

O material disponibilizado na programação da TV Câmara conta com tradução em libras e também será hospedado no Portal e no YouTube Aula em Casa Caruaru.

*Programação*

*Segunda-feira (21/06)*

7h30 – Ensino Fundamental (1º ano) – Português

7h52– Ensino Fundamental (2° ano) – Português

8h20 – Ensino Fundamental (6° ano) – História e Português

8h47 – Ensino Fundamental (7° ano) – História e Português

9h15 – Ensino Fundamental (8° ano) – História e Português

9h42 – Ensino Fundamental (9° ano) – História e Português

*Terça-feira (22/06)*

7h30 – Ensino Fundamental (3º ano) – Português

7h55 – Ensino Fundamental (4° ano) – Português

8h15 – Ensino Fundamental (5° ano) – Português

8h36 – Ensino Fundamental (6° ano) – Matemática e Inglês

8h55 – Ensino Fundamental (7° ano) – Matemática e Inglês

9h23– Ensino Fundamental (8° ano) – Matemática e Inglês

9h43 – Ensino Fundamental (9° ano) – Matemática e Inglês

10h05– Ensino Fundamental (6° ao 9° ano) – Matemática

*Quarta-feira (23/06)*

7h30 – Ensino Fundamental (1º ano) – Matemática

7h58 – Ensino Fundamental (2° ano) – Matemática

8h26 – Ensino Fundamental (3° ano) – Matemática

8h52 – Ensino Fundamental (6° ano) – Ciências

9h04– Ensino Fundamental (6° e 7° anos) – Educação Física

9h11 – Ensino Fundamental (7° ano) – Ciências

9h22 – Ensino Fundamental (8° ano) – Ciências

9h35 – Ensino Fundamental (8° e 9° anos) – Educação Física

9h45 – Ensino Fundamental (9° ano) – Ciências

*Sexta-feira (25/06)*

7h30 – Ensino Fundamental (4º ano) – Matemática

7h57 – Ensino Fundamental (5° ano) – Matemática

8h23 – Ensino Fundamental (6° ano) – Português

8h38 – Ensino Fundamental (7° ano) – Português

8h50 – Ensino Fundamental (8° ano) – Português

9h03 – Ensino Fundamental (9° ano) – Português

9h17 – Ensino Fundamental (6° ao 9° ano) – Arte

9h32 – EJA

Brasil registra mais de 500 mil mortos por Covid-19

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom

Mais de meio milhão de brasileiros morreram em decorrência da covid-19. De acordo com balanço divulgado na noite deste sábado (19) pelo Ministério da Saúde, a pandemia já matou 500.800 pessoas no país. Em 24 horas foram 2.301 mortes e 82.288 novos casos confirmados, além de outros 1.199.101 sob acompanhamento.

O número de casos registrados em todo o país chegou a 17,883 milhões. Desse total, 16,183 milhões de pessoas de recuperaram, o que equivale a 90,5% dos infectados. Mais de 1,199 milhão de pessoas seguem em acompanhamento pelas secretarias estaduais de Saúde.

São Paulo é o estado com maior número de casos e óbitos. Até o momento foram 121.960 mortes em meio a 3.573.210 casos confirmados. Minas Gerais está em segundo lugar com 44.347 óbitos e 1.733.181 casos

A lista segue com Paraná (29.975 mortes e 1.192.93 casos), Rio Grande do Sul (30.372 em meio a 1.181.872 casos), e Bahia (23.204 mortes e 1.092.772 casos).

Boletim Covid 19- 19.06.2021
Boletim Covid 19- 19.06.2021 – Divulgação/Ministério da Saúde

Repercussão

Mais cedo, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga divulgou, via redes sociais, uma nota na qual lamenta o número. “500 mil vidas perdidas pela pandemia que afeta o nosso Brasil e todo o mundo. Trabalho incansavelmente para vacinar todos os brasileiros no menor tempo possível e mudar esse cenário que nos assola há mais de um ano”, disse.

Também lamentaram a superação da marca de 500 mil mortes o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) – que ressaltou que do meio milhão de mortes, 300 mil ocorreram apenas nos últimos cinco meses – e a organização humanitária Médicos Sem Fronteiras.

“Somos o segundo país em números de óbitos diários. Estamos atrás apenas da Índia com seus 1,3 bilhão de habitantes. Dados reunidos pela Universidade de Pelotas também não deixam dúvidas. O Brasil, com 2,7% da população mundial, detém 12,8% dos óbitos por covid-19 no mundo. Enquanto a proporção de mortes por covid-19 no mundo é de 488 por milhão de habitantes, aqui é de 2.293”, disse, em nota, o Conass.

“Temos, portanto, duas crises: a do vírus e a da ignorância. Essa perigosa combinação expõe mais pessoas ao risco de contágio e dificulta ainda mais as estratégias de prevenção da doença”. “Sofremos com a alta ocupação de leitos de UTI e com a escassez de medicamentos para intubação, o que aumenta ainda mais a pressão sobre os trabalhadores de saúde”, complementa a nota ao ressaltar que o número de casos novos voltou a crescer.

Em carta aberta, o Médicos Sem Fronteiras disse condenar “com indignação” o que chamou de “descaso” à emergência sanitária no Brasil. Segundo a entidade,  o país “vive em um estado de luto permanente”. A organização destaca que estudos previam os impactos que a pandemia teria sobre o sistema de saúde e que esta atingiria, de maneira “mais cruel”, as populações negra e indígena, migrantes e refugiados.

“Como organização médica, é nossa obrigação esclarecer que muitas dessas mortes poderiam ser evitáveis. A insistente recusa em colocar em prática medidas de saúde pública baseadas em evidências científicas, como o distanciamento social e o uso de máscara, mesmo para quem já foi vacinado ou teve a doença, segue resultando na morte prematura de muitas pessoas e aumentando o risco do surgimento de novas variantes”, diz a carta do Médicos Sem Fronteiras.

Em nota divulgada neste sábado, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, disse que se solidariza com as famílias das vítimas e que o tribunal e o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) “seguem empreendendo esforços para ajudar a sociedade brasileira a mitigar os impactos desta terrível pandemia”. “É preciso relembrar a cada dia que não são apenas números. São mães, pais, filhos, irmãos. Meio milhão de pessoas que partiram e tiveram seus sonhos interrompidos”, destacou Fux.

Pelas redes sociais, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, disse que o foco deve ser na prevenção. “Meus sinceros sentimentos às 500 mil famílias brasileiras que perderam alguém para a covid-19. Uma enorme tristeza nacional. Vamos manter o foco na prevenção e na vacina para todos.”

Vacinação

De acordo com dados do Ministério da Saúde, até o momento foram enviadas a estados e municípios 115,135 milhões de doses de vacinas  contra a covid-19. Desse total, foram aplicadas 85, 390 milhões de doses, sendo 61,270 milhões da primeira dose e 24,120 milhões da segunda dose.

Agência Brasil