Guedes diz que privatização da Petrobras ampliaria investimentos

Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom

O ministro da Economia, Paulo Guedes, falou nesta segunda-feira, 25, durante evento ao lado do presidente Jair Bolsonaro, que recursos da venda da Petrobras podem ser usados para ampliar os investimentos públicos e em tecnologia e bancar gastos sociais.

“E se daqui a 20 anos o mundo todo migrar para a energia elétrica, hidrogênio, nêutron, energia nuclear e o fóssil for abandonado? A Petrobras vai valer zero daqui a 30 anos. E o que nós fizemos?”, questionou o ministro, durante o lançamento do Plano de Crescimento Verde, no Palácio do Planalto.

“Deixamos o petróleo lá em baixo com um monopólio, uma placa de monopólio estatal em cima. O objetivo é tirar esse petróleo o mais rápido possível e transformar em educação, investimento, treinamento, tecnologia”, acrescentou Guedes.

Para o ministro, a alta de mais de 6% nas ações da Petrobras nesta segunda-feira é resultado da entrevista em que o presidente Jair Bolsonaro disse estudar um projeto de lei que permitiria a venda de ações da estatal nas mãos da União, até ela deixar de ser a controladora majoritária da empresa.

“Bastou o presidente falar ‘vamos estudar’, e o negócio [a ação da Petrobras] sai subindo e aparece R$ 100 bilhões. Não dá pra dar R$ 30 bilhões para os mais frágeis num momento terrível como esse, se basta uma frase do presidente para aparecer R$ 100 bilhões, brotar no chão de repente. Por que nós não podemos pensar ousadamente a respeito disso?”, comentou Guedes.

Caged

O ministro da Economia adiantou dados econômicos que serão divulgados amanhã (26). Segundo ele, a arrecadação de setembro, apurada pela Receita Federal, deverá trazer novos recordes. Além disso, o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), que mede o saldo de empregos formais, deve vir com mais de 300 mil postos de trabalho criados no país no mês passado.

“A economia está voltando com muita força. Conversava há pouco com o grupo da arrecadação da Receita Federal, novos recordes. Amanhã, possivelmente vão soltar também o Caged; mais de 300 mil empregos todo mês estamos criando”, declarou.

O ministro agradeceu ao presidente Jair Bolsonaro a confiança em mantê-lo no cargo. “Eu queria agradecer pela confiança do presidente. É sempre assim, eu estou morrendo afogado, ele aparece, renova a confiança e nós continuamos nessa aliança de liberais e conservadores por um futuro melhor do nosso país”, disse.

Agência Brasil

Jorge Quintino leva diretoria do Sindicato Estadual de Odontologia para Secretaria de Saúde de Caruaru

Na tarde desta segunda-feira (25) Dia Nacional do Dentista, o Sindicato dos Odontologistas no Estado de Pernambuco – SOEPE, trouxe suas reivindicações à Secretaria de Saúde de Caruaru.

Quem intermediou a reunião, foi o vereador Jorge Quintino, que procurado pelo SOEPE, se prontificou a abraçar a causa dos profissionais. “Percebo que dentro da secretaria de saúde, a categoria mais sofrida e sequelada pela pandemia, tem sido a da saúde bucal. Precisamos unir forças e retomar o diálogo para avançar com as necessidades da classe”, afirmou o vereador.

A diretora do SOEPE, Zayra Patrícia, disse que dentre as principais reivindicações da categoria estão: a falta do adicional noturno da UPA; a bolsa do preceptor para dentistas que recebem residentes e a periculosidade.

A secretária Bárbara Florêncio disse estar ciente dos prejuízos pós pandemia à saúde bucal e pediu um ofício ao SOEPE para que sejam realizados os reajustes necessários.

“Quero muito poder dar condições de trabalho e sei que é o que mais precisam. Quero lutar junto com vocês”, disse a secretária de saúde.

Dia 03/11 ficou determinado como prazo para apresentar algumas soluções para a categoria. As delegadas do Sindicato Monica e Rossana também estiveram presentes na reunião.

Câmara dos Deputados retoma atividades presenciais

Foto: Pedro França/ Agência Senado

A Câmara dos Deputados retoma as atividades presenciais a partir de hoje (25). A decisão foi anunciada pela Mesa Diretora da Casa na terça-feira (19). Os trabalhos presenciais foram suspensos em março do ano passado, em razão da pandemia da covid-19. Desde então, as atividades têm sido realizadas de forma híbrida. Entre outras regras, a partir desta segunda-feira será obrigatória a apresentação de “passaporte de vacinação” para a entrada na Câmara.

De acordo com as regras, quem quiser entrar nas dependências terá que apresentar o cartão de vacinação, com pelo menos o registro de uma dose tomada, “observado o cronograma vacinal instituído pelos órgãos competentes”. Além da apresentação do cartão de vacinação, haverá ainda a medição de temperatura. Quem estiver com a temperatura acima de 37,5º terá sua entrada proibida. Também é obrigatório o uso de máscara, que deve cobrir o nariz e a boca.

Mesmo com o retorno, ainda haverá restrição para o acesso à Casa. De acordo com as regras, só terão acesso à Câmara os congressistas, servidores, terceirizados, profissionais dos veículos de imprensa, assessores de entidades e órgãos públicos, representantes de instituições de âmbito nacional, estagiários e empregados que prestam serviços no âmbito das dependências do prédio.

Também fica suspensa a realização de eventos coletivos não relacionados às atividades legislativas do plenário e das comissões, inclusive eventos de lideranças partidárias e frentes parlamentares. A visitação continua suspensa.

Crianças da Rua da Lata recebem hambúrgueres saudáveis

Alimentos serão produzidos por alunos de escola de Caruaru

As crianças da Rua da Lata, em Caruaru, Agreste de Pernambuco, terão uma tarde especial no dia 26/10, quando receberão hambúrgueres saudáveis produzidos por alunos do Colégio Bela Flor, sob a supervisão do Setor de Nutrição da escola.

O projeto intitulado “Ações solidárias transformam pessoas, pessoas transformam o mundo” é alusivo ao Mês das Crianças e visa estimular à pratica de boas ações, a fim de que os alunos desenvolvam a generosidade e tenham a oportunidade de cultivar hábitos de colaboração, partilha e respeito ao outro, além de transmitir valores como autoestima, paz, respeito às diferenças, amor ao próximo, amizade e solidariedade, visando assim contribuir para a formação do caráter dos estudantes da instituição.

Hambúrguer Saudável – O hambúrguer será produzido à base de soja e será finalizado com alface e tomate orgânicos da horta da instituição de ensino, plantados e colhidos pelas crianças. O sanduíche será acompanhado por suco natural, privilegiando frutas da estação.

Solidariedade – Para acontecer, a ação contará com a generosidade das famílias das crianças do Colégio, através da doação de produtos alimentícios que servirão para o preparo do lanche, a exemplo de soja, pão e frutas da estação. “Atrelado ao nosso projeto anual, que tem por tema ‘Saúde e Tecnologia nos cuidados com Corpo e Mente’, assim como à nossa prática de alimentação saudável, através dos projetos do nosso Setor de Nutrição – a exemplo da nossa horta orgânica, estamos desenvolvendo esta ação social voltada à questão alimentar na infância, sabendo ser a alimentação um ponto fundamental para o bom desenvolvimento de nossas crianças”, explica a diretora pedagógica do Colégio Bela Flor, Suzana Chaves.

Serviço:
Ações solidárias transformam pessoas, pessoas transformam o mundo

Dia/ Data: terça-feira (26/10)
Local: Rua da Lata – Caruaru
Hora: 14h (saída do Colégio Bela Flor, localizado à Avenida José Mariano de Lima, n° 69 – Universitário)

Raquel Lyra empossa nova secretária da Fazenda de Caruaru

Fotos: Elvis Edson

A Prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, deu posse, na manhã desta segunda-feira (25), à nova secretária da Fazenda do município, Simone Benevides. Mestre em Gestão Estratégica de Pessoas, pela Wyden/FBV; graduada em Gestão de Recursos Humanos, pela Sociedade Recifense de Estudos de Ciências Humanas, e MBA em Finanças pelo Cedepe Business School, Simone exerceu função gerencial, desde 2007, na Caixa Econômica Federal, com experiência nos cargos de superintendente regional e superintendente nacional.

“Simone sempre foi muito parceira da nossa gestão, nos ajudando de outras formas. Agora, mais do que nunca, ela chega para somar a nossa equipe. Tenho certeza que trará ganhos para a Prefeitura e para a nossa gente”, comemorou a Prefeita.

Asces-Unita recebe vereador Jorge Quintino

Na manhã desta segunda-feira (25) o reitor da Asces-Unita, Paulo Muniz e o presidente da Comissão de Educação, Cultura e Esportes da Casa Legislativa de Caruaru, Jorge Quintino, tiveram uma reunião institucional.

O vereador Jorge Quintino foi se aprofundar sobre as parceiras público-privadas existentes entre o Centro Universitário e município. “Coloquei nosso gabinete à disposição da instituição com o objetivo de fortalecer ainda mais as parcerias e como vice-presidente da Escolegis (nossa Escola Legislativa) criar cada vez mais oportunidades e qualificação”, disse Quintino.

Uma forte característica da atuação da Asces-Unita é seu compromisso social que se expressa efetivamente através dos Projetos de Extensão e das ações extensionistas permanentes.

Accape convoca associados para eleição da nova diretoria

A Associação dos Contabilistas de Caruaru e Região Agreste de Pernambuco (Accape) convoca os associados aptos a votar a comparecerem à reunião da Assembleia Geral na próxima sexta-feira  (29), a partir das 8h30, na sede da associação, com o objetivo de eleger a nova Diretoria Executiva, Conselho Fiscal, suplentes do Conselho Fiscal e Departamento de Eventos que ficarão à frente da entidade no próximo biênio 2022-2023.

Uma única chapa fez o registro de candidatura e tem à frente o contador Thyago Luiz de Carvalho Tavares. O resultado da eleição será validado desde que a assembleia reúna dois terços dos associados em 1ª convocação, um terço dos associados uma hora depois em segunda convocação; e com qualquer número de associados desde que decorridos 30 minutos da segunda convocação.

A votação terá duração de uma hora e ocorrerá na sede da Accape, localizada na Avenida Agamenon Magalhães, 444 – Empresarial Difusora, 12º andar (Shopping Difusora), Bairro Maurício de Nassau.

Diretoria executiva
Presidente: Thyago Luiz de Carvalho Tavares
Vice-presidente: Maria Sheila Leite e Silva
1º secretário: Roberto Cesar Correia Gomes
2º secretário: Israel Felipe da Silva
1º tesoureiro: Eriko Caruso de Melo Veras
2º tesoureiro: Jerônimo Ivo e Silva da Silva Junior

Conselho Fiscal
Michele Arruda Silva Tabosa
Genicleison Edson Ramos
Deyvison Alemberg Tabosa de Queiroz

Suplentes do Conselho Fiscal
Claudia Bezerra da Silva
Rodrigo Ferreira Vieira Medeiros de Aquino
José Marconi Ferreira

Departamento de Eventos
Maria de Fátima do Nascimento
Erika Spíndola de Farias Fernandes

Petrobras aumenta preço do diesel em 9,5%; gasolina sobe 7% nesta 3ª feira

Foto: Custódio Coimbra/ Agência O Globo

A Petrobras anunciou nesta segunda-feira, 25, um novo reajuste nos preços dos combustíveis, a partir desta terça-feira (26), nas refinarias. O aumento será de 7% para a gasolina e de 9,15% para o diesel.

O preço médio do litro da gasolina passará de R$ 2,98 para R$ 3,19, um reajuste médio de R$ 0,21 por litro. Considerando a mistura obrigatória de 27% de etanol anidro na gasolina vendida nos postos, a parcela da Petrobras no preço da gasolina na bomba passará a ser de R$ 2,33 por litro em média, uma variação de R$ 0,15 por litro. A última vez que a petroleira ajustou os preços do combustível nas refinarias havia sido em 8 de outubro, no valor de 7,2%.

No caso do diesel, o preço médio vendido pela estatal subirá de R$ 3,06 para R$ 3,34 por litro, o que representa um aumento de R$ 0,28 por litro. Considerando a mistura obrigatória de 12% de biodiesel no produto final, a parcela da Petrobras no preço do diesel na bomba passará a ser de R$ 2,94 por litro em média, alta de R$ 0,24. O último ajuste no preço do derivado havia sido anunciado em 27 de setembro, no patamar de 8,9%.

Os reajustes ocorrem em meio a reclamações de distribuidoras regionais e importadores de que a Petrobras vem praticando preços abaixo da paridade internacional e em meio a ameaças de greve por parte dos caminhoneiros.
Em nota, a petroleira destacou que os reajustes mostram o compromisso da companhia com a prática de preços competitivos, em equilíbrio com o mercado. Ao mesmo tempo, a empresa informou que evita o repasse imediato para os preços internos, das volatilidades externas e da taxa de câmbio causadas por eventos conjunturais.

“Esses ajustes são importantes para garantir que o mercado siga sendo suprido em bases econômicas e sem riscos de desabastecimento pelos diferentes atores responsáveis pelo atendimento às diversas regiões brasileiras: distribuidores, importadores e outros produtores, além da Petrobras. O alinhamento de preços ao mercado internacional se mostra especialmente relevante no momento que vivenciamos, com a demanda atípica recebida pela Petrobras para o mês de novembro de 2021”, comentou a Petrobras, em nota.

Os reajustes, segundo a empresa, refletem em parte a valorização internacional do petróleo, em meio à oferta limitada frente ao crescimento da demanda mundial, e em parte a taxa de câmbio.

Extra

Governo pede abertura de crédito de R$ 9,4 bilhões para Auxílio Brasil

Foto: Marcello Casal Jr

O governo federal encaminhou ao Congresso Nacional um projeto de lei (PL) que pede a abertura de crédito especial de R$ 9,4 bilhões para o Programa Auxílio Brasil. O despacho do presidente Jair Bolsonaro foi publicado hoje (25) no Diário Oficial da União.

Em nota, a Secretaria-Geral da Presidência explicou que a proposta remaneja o saldo do Bolsa Família para o novo programa social. Os recursos são em favor do Ministério da Cidadania.

Instituído pelo governo em agosto, por meio da Medida Provisória nº 1.061/2021, o Auxílio Brasil substitui o Bolsa Família, que será extinto em novembro. O início dos pagamentos do novo programa coincide com o fim do auxílio emergencial, lançado no ano passado para apoiar famílias vulneráveis durante a pandemia e que terá a última parcela creditada este mês de outubro.

“O remanejamento evitará a esterilização de recursos orçamentários destinados à transferência de renda, que representa um dos instrumentos mais importantes de proteção social no país”, diz a nota.

Normas constitucionais
Ainda de acordo com a Presidência, o projeto de lei “está de acordo com a normas constitucionais e infraconstitucionais que regem a matéria, de modo que não afeta a regra de ouro, tampouco o Novo Regime Fiscal (EC 95/2016) [teto de gastos], e é compatível com a obtenção da meta de resultado primário, prevista na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o exercício de 2021”.

A regra de ouro estabelece que o governo só pode emitir dívida pública para rolar (renovar) a própria dívida ou para cobrir despesas de capital, como investimentos em obras públicas e amortizações.

Para cobrir gastos correntes, o governo precisa pedir autorização ao Congresso. Já o teto de gastos limita o aumento das despesas federais ao aumento da inflação do ano anterior, calculado de julho do ano anterior a junho do ano atual.

O déficit primário representa o resultado negativo nas contas do governo desconsiderando os juros da dívida pública. A estimativa de resultado negativo em 2021 é de R$ 139,4 bilhões (1,6% do PIB). A meta determinada pela LDO é de R$ 247,1 bilhões para o Governo Central, com a possibilidade de abatimento até R$ 40 bilhões de gastos relacionados ao enfrentamento da pandemia de covid-19.

Valor médio de R$ 400
O Auxílio Brasil deverá ser ampliado para 17 milhões de beneficiários, com um valor mínimo médio de R$ 400 por família, até o final do ano que vem. Desse valor, R$ 100 correspondem a aporte extra, fora do teto de gastos, em um total de R$ 30 bilhões. O valor médio do Bolsa Família, hoje, é de R$ 189.

Para isso, o governo encaminhou ao Congresso, na semana passada, uma proposta que muda o período de cálculo do teto de gastos, de janeiro a dezembro do ano atual, para acomodar o benefício de R$ 400 do Auxílio Brasil que vigorará até o fim de 2022. Com a subida da inflação nos últimos meses, a medida dará uma folga no teto de gastos. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que é a inflação oficial, acumula alta de 6,90% até setembro.

A proposta original do Projeto da Lei Orçamentária de 2022 (PLOA), enviada no fim de agosto, previa déficit primário de 0,6% do Produto Interno Bruto (PIB) para o próximo ano. Com o impacto do Auxílio Brasil, o texto terá de ser alterado na Comissão Mista de Orçamento do Congresso (CMO).

Agência Brasil

Secretaria de Políticas para Mulheres realiza 10ª edição do projeto “Todo Dia 25 é Dia Laranja

A Prefeitura de Caruaru, por meio da Secretaria de Políticas para Mulheres, realiza, nesta segunda-feira (25), a décima edição do projeto “Todo Dia 25 é Dia Laranja”, que é mais uma iniciativa de fortalecimento ao enfrentamento à violência contra as mulheres realizado ao longo de todo o ano.

O projeto veio para somar às ações de prevenção, como, por exemplo, panfletagens com os telefones úteis e campanhas nas redes sociais, que levam informações às mulheres e à sociedade em geral.

A edição do mês de outubro contará com a presença de dra. Cristiana Tavares, médica oncologista clínica, que falará sobre a incidência do câncer de mama em mulheres vítimas de violência. “Na oportunidade, iremos refletir sobre o tema de forma contextualizada com o cotidiano delas, na busca da construção de uma sociedade livre de violência para as mulheres, e, consequentemente, para todas as pessoas”, destacou a secretária da SPM, Juliana Gouveia.

A palestra será realizada na tarde de hoje, às 16h, por meio do Google Meet. Os interessados em participar podem se inscrever pelo link https://forms.gle/18v8nzavqHBYmBRe7

Ao finalizar a inscrição, o participante receberá, por e-mail, o link para o acesso à palestra.

*Sobre o Dia Laranja*

Celebrado no dia 25 de cada mês, o Dia Laranja alerta para a urgente necessidade de prevenir e eliminar a violência contra as mulheres e meninas. Sendo uma cor vibrante e positiva, representa um futuro livre de violência, convocando ativistas, governos e agências das Nações Unidas a se mobilizarem pela prevenção e eliminação desse tipo de agressão, não só uma vez ao ano, no 25 de novembro (Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres), mas todos os meses (ONU).