Suplente pede ao TSE para ficar com o mandato de deputado de Zé Queiroz

PUBLICIDADE

Do Blog de Jamildo

Sem alarde, o defensor público Manoel Jerônimo (PROS) foi à Justiça Eleitoral pedir o mandato do deputado estadual eleito José Queiroz (PDT).

Manoel Jerônimo foi candidato a deputado estadual pelo PROS, ficando como primeiro suplente da coligação.

Em petição protocolada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o defensor diz que José Queiroz está enquadrado na Lei de Ficha Suja e pede que o ex-prefeito de Caruaru tenha seu registro de candidatura indeferido.

Na petição, Manoel diz que José Queiroz sofreu “condenação, em segunda instância, e por órgão colegiado do Tribunal de Justiça de Pernambuco, à pena de suspensão dos direitos políticos, por ato doloso de improbidade administrativa praticado no exercício do mandado de Prefeito do Município de Caruaru”.

Através de advogados, o defensor alega suposto enriquecimento ilícito por parte de José Queiroz.

“Como se não bastasse o enriquecimento ilícito do próprio impugnado, decorrente do mero uso de bens públicos em proveito pessoal, resta patente, de qualquer modo, o enriquecimento ilícito de terceiro, vez que, conforme se infere da condenação proferida pela Justiça Comum, os pagamentos realizados pelo Município de Caruaru foram reputados indevidos, razão pela qual a empresa publicitária, que os recebeu, foi condenada a restituí-los”, aponta a petição de Manoel.

Caso José Queiroz tenha seu registro de candidatura indeferido, Manoel assume como deputado titular, por ser o primeiro suplente da coligação.

Até agora, o Ministério Público Eleitoral concordou com o pedido de Manoel e apresentou um recurso de “agravo interno”, requerendo a perda de mandato de José Queiroz.

A decisão final caberá ao plenário do TSE, com sete ministros votantes.

“Resta patente a inelegibilidade do impugnado, decorrente de sua condenação, em segunda instância, e por órgão colegiado do Tribunal de Justiça”, colocou Manoel Jerônimo, através de seus advogados, em seu pedido final.

PUBLICIDADE

Comentários