Conselho Municipal de Política Cultural de Caruaru realiza fórum setorial neste sábado (24)

PUBLICIDADE

 Nesta ação serão eleitos os representantes da sociedade civil para o biênio 2019-2010 CMPCC

Com o objetivo de eleger os membros titulares e respectivos suplentes para o biênio 2019-2020, o Conselho Municipal de Política Cultural de Caruaru (CMPCC), através da Comissão de Projetos Culturais, estará promovendoneste sábado (24) o I Fórum Municipal de Cultura de Caruaru. Será uma eleição para selecionar os representantes da sociedade civil para o plenário do CMPCC. O encontro vai ser no SENAC, a partir das 14h.

A resolução 01/2018 do conselho, que prevê a realização do fórum, foi publicada no Diário Oficial de Caruaru, e tem o intuito de preencher as vagas para os 15 setoriais culturais, sendo eles: artes visuais; audiovisual; design e moda; artesanato; música; dança; artes cênicas; cultura popular; arquitetura, urbanismo e patrimônio cultural; povos tradicionais; agentes culturais, trabalhadores da cultura e produtores culturais; instituições culturais não governamentais; fotografia; gastronomia; e o de livro, leitura e literatura.

Para participar do fórum, os interessados precisarão levar a documentação exigida para o credenciamento, que é Carteira de Identidade ou CPF, comprovante de residência e comprovação de atuação no setorial (currículo na linguagem artística).A comprovação de atuação poderá ser dispensada no caso de constatação de notoriedade pelos membros da Comissão Eleitoral e ou dos membros do setorial. O credenciamento dos eleitores será realizado no mesmo local de realização do fórum, das 14h às 15h, quando o participante deverá informar se desejará candidatar-se ou não.

A Comissão Eleitoral será formada por membros da Comissão de Projetos Culturais, presidência do conselho e conselheiros voluntários, desde que não estejam em processo de recondução ao cargo. O fórum contará com apoio administrativo da Prefeitura de Caruaru, através da Fundação de Cultura e Turismo do município (FCTC).

 

Processo Eleitoral

O processo eleitoral de cada setorial será coordenado por um analista nominado pela comissão eleitoral. Os candidatos poderão escolher concorrer com “formação de chapa” informando titular e suplente, assim como concorrer individualmente.

Será considerado o quorum mínimo necessário de 5 (cinco) inscritos em cada setorial para ocorrer a eleição. Caso o quorum não seja atingido, a comissão deverá    convocar nova eleição do setorial para o mês de dezembro de 2018, em local público e notório a ser definido.

Os candidatos receberão um número para que os eleitores possam escolher por meio de cédula em voto secreto a ser contabilizado pelo analista do setorial. Serão considerados eleitos os candidatos ou chapa mais votados.  O resultado final do processo eleitoral será proclamado pela comissão eleitoral e publicado no diário oficial do município.

PUBLICIDADE

Comentários