Onze pessoas foram presas no segundo das eleições e cinco dessas prisões ocorreram em uma única cidade

PUBLICIDADE

Foto: Everaldo Silva/ TV Globo

O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) informou que 11 pessoas foram presas, neste domingo (28), durante o segundo turno das Eleições 2018. De acordo com o tribunal, cinco dessas prisões ocorreram em Ipojuca, no Grande Recife, e foram motivadas por propaganda eleitoral irregular.

O balanço do segundo turno foi feito às 17h deste domingo, pelo presidente do TRE-PE, desembargador Luiz Carlos Figueirêdo.

Ao todo, 14 pessoas foram levadas para delegacias em Pernambuco, no segundo turno. Três delas ficaram detidas. Até as 17h deste domingo, o TRE-PE não tinha a informação sobre a quantidade de pessoas que foram liberadas após as audiências de custódia.

Segundo o assessor da corregedoria do TRE-PE, Orson Lemos, as prisões de Ipojuca ocorreram em diferentes locais de votação.

“Foram cinco prisões isoladas, não foi um único grupo atuando. As pessoas estavam entregando santinhos em locais que ficam perto de seções. Todas foram liberadas após ser lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência”, explicou Orson.

De acordo com o balanço do TRE, além dos cinco casos de Ipojuca, houve prisões nos seguintes municípios: três em Rio Formoso, na Zona da Mata Sul, uma em Bonito, no Agreste, uma Carnaíba, no Sertão, e uma em Petrolina, no Sertão.

As três detenções, de acordo com o tribunal, ocorreram nas seguintes cidades: Gravatá, no Agreste, Itambé, na Zona da Mata Norte, e Mirandiba, no Sertão.

Polícia Civil

De acordo com o balanço da Polícia Civil, foram registradas 28 ocorrências de crimes eleitorais. Metade dos casos teve relação com propaganda irregular, quando há distribuição de material de campanha, como santinhos, bandeiras, panfletos ou adesivos, prática proibida desde 22h do dia anterior ao pleito.

Ainda de acordo com a corporação, houve nove casos de violação do sigilo de voto, todos provocados por selfies tiradas dentro das cabines de votação.

Também foram notificados dois casos de boca de urna e dois de transtorno ou constrangimento nas áreas de zonas eleitorais.

PUBLICIDADE

Comentários