Compesianos lançam livro com panorama hídrico da região Agreste

Os engenheiros civis Nyadja Menezes, Ronaldo Chagas e Sérgio Torres, que têm em comum a atuação de anos na Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), lançaram, na última terça-feira, 23, o livro Sistemas de Abastecimento de Água, desenvolvido a partir de experiências profissionais no interior de Pernambuco, especialmente no Agreste, a região com o pior balanço hídrico de Pernambuco.

O lançamento do livro aconteceu na biblioteca Vicente Jorge Espíndola Rodrigues do Centro Universitário do Vale do Ipojuca (UNIFAVIP | Wyden). Colaboradores da Compesa, autoridades, jornalistas e alunos estiveram presentes. O presidente da Compesa, Roberto Tavares, que estava com agenda em Brasília, foi representado pelo assessor da diretoria de Articulação e Meio Ambiente, Waldecy Farias. “Parabenizamos aos nossos colegas pelo importante trabalho que demonstra a importância de se documentar memórias. A Compesa tem percebido a necessidade de beber da fonte da sabedoria dessas pessoas que tanto contribuíram com a história da Companhia. Os autores são profissionais respeitados que estão colaborando com os futuros engenheiros sanitaristas e as próximas gerações”.

Em sete capítulos e 264 páginas, os autores falam dos desafios superados durante o trabalho em uma das maiores empresas de saneamento do país. “Eu espero poder auxiliar as pessoas que estão tendo o primeiro contato na graduação com os sistemas de abastecimento de água. O livro traz as situações do dia a dia que eu vivenciei em 39 anos de trabalho na Compesa, situações essas que nos exigem pensamento rápido, criatividade e soluções urgentes para os problemas que impactam a população. É uma área desafiadora e apaixonante”, afirmou Sérgio Torres.

“O Abastecimento muda a vida das pessoas. A infraestrutura urbana é muito importante. Comecei na Compesa como estagiária em 1998 e eu fui me apaixonando por essa área. Tenho orgulho de fazer parte da Companhia e hoje lançar esse trabalho. A maioria dos livros sobre o tema traz uma abordagem muito genérica e foca nas regiões sul sudeste. Então, essa é uma obra em que o aluno daqui vai identificar situações da nossa região que tem um histórico de dificuldades no abastecimento de água típicas de uma região do semiárido do Brasil”, disse Nyadja Menezes.

Comentários