O alfenim de Agrestina é representado no 13º Concurso do Registro do Patrimônio Vivo

PUBLICIDADE

Nesta segunda-feira, 9, serão iniciadas as audiências do Concurso do Registro do Patrimônio Vivo do Estado de Pernambuco. Em sua 13ª edição, o programa do RPV-PE diploma os candidatos aprovados e concede a outorga do título de “Patrimônio Vivo do Estado de Pernambuco”. O concurso tem por finalidade a preservação dos saberes, técnicas, processos de produção, e a proteção dos mestres detentores desses saberes. Neste ano, pela primeira vez, o concurso conta com a categoria de gastronomia.

A candidata que representa Agrestina, na categoria de gastronomia, é a Dona Menininha do Alfenim. A anciã, agora com 91 anos, faz o alfenim desde a infância. Dona Menininha do Alfenim salvaguardou um dos patrimônios gastronômicos do Estado. O fazer alfenim sempre a acompanhou durante toda sua vida e de sua família. Apesar das limitações impostas pelo peso dos anos, mesmo com a reduzida e falha memória, Dona Menininha não esquece do “fazer o ponto do doce” e ainda molda as esculturas de açúcar como nos tempos de criança. A guloseima ainda é vendida nas feiras livres de Caruaru e de Agrestina graças a produção oriunda da família de Dona Menininha, mais precisamente dos filhos.

As audiências serão realizadas na Assembleia Legislativa de Pernambuco e têm início às 9h.

PUBLICIDADE

Comentários