Empresários receberão orientação para concorrer em edital de inovação

PUBLICIDADE

 

Microempresas e empresas de pequeno porte de Pernambuco receberão orientação para elaboração de projeto para concorrer ao edital da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (Facepe) voltado ao desenvolvimento de produtos ou processos inovadores. A ação é realizada com consultores do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) em uma iniciativa conjunta com o Fórum Estadual das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte de Pernambuco (Fempe), vinculado à Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Trabalho e Qualificação (Sempetq), e com a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação de Pernambuco (SECTI).

A orientação aos empresários acontecerá na sede do Sebrae, situada a Rua Tabaires, 360. No dia 7 de maio, será das 14h às 17h e de 8 a 14 de maio, das 9h às 17h. O plantão de atendimento será por ordem de chegada.

Em abril, foi realizado o Seminário de Acesso a Recursos de Inovação para Micro e Pequenas Empresas, quando os participantes tiveram acesso às informações sobre recursos disponíveis para inovação. É preciso estar atento ao prazo para envio das propostas, que segue até o dia 14 de maio.

O objetivo é estimular a competitividade das microempresas e empresas de pequeno porte especialmente em setores prioritários ao Estado como o de Energias Renováveis (Solar e Eólica).

O edital prevê a aplicação de um recurso global de R$ 4,5 milhões. Os projetos terão valor mínimo de R$ 200 mil e máximo de R$ 400 mil liberado em até três parcelas. As inscrições acontecem pelo sistema Agilfap da Facepe. É necessário enviar a proposta com um parecer sobre idoneidade cadastral da empresa e seus sócios emitidos pela Agência de Fomento de Pernambuco (Agefepe).

Podem participar do edital microempresas com receita bruta igual ou inferior a R$ 360 mil, além de empresas de pequeno porte com receita superior a R$ 360 mil, igual ou inferior a R$ 4,8 milhões. Entre os requisitos, podem participar empresas registradas em atividade em Pernambuco com data anterior a 31 de dezembro de 2017 e que tenham objeto social compatível com o escopo do projeto.

PUBLICIDADE

Comentários