MAPFRE e CTTU promovem capacitação de segurança viária em Toritama

PUBLICIDADE

MAPFRE e CTTU de Toritama promovem nesta próxima sexta-feira, 06, capacitação de segurança viária com Servidores Públicos da Rede Municipal de Ensino.

De acordo com Alex Monteiro, Diretor Presidente , da CTTU, apenas duas cidades foram contempladas no Estado, Toritama e Petrolina, por terem enviado projetos relacionados à educação infantil. ” O objetivo do projeto, é capacitar professores para torná-los agentes multiplicadores de trânsito”, explicou Monteiro.

Com sede na Espanha e atuação em diversos países da Europa e América Latina, a FUNDACIÓN MAPFRE é uma instituição sem fins lucrativos, que desenvolve uma série de atividades voltadas para melhorar as condições de vida de grupos menos favorecidos,
contribuir para a prevenção de acidentes, disseminar a segurança viária, promover a
educação para o seguro, ampliar o repertório cultural da sociedade e favorecer o acesso à informaçã e à pesquisa.

Como parte integrante dos projetos desenvolvidos pela FUNDACÍON MAPFRE,
o Programa Educação Viária é Vital e promove ações relacionadas à segurança da população, com especial atenção à Segurança Viária. Trata-se de um Programa integrado de propostas curriculares das Escolas de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino
Médio, com atividades que se conectem a disciplinas e aulas de cada segmento.

A ideia é que alunos e professores envolvam-se em uma ampla pesquisa sobre as condições da circulação e convivência nos espaços públicos utilizados pelos alunos – desde os ambientes compa na própria escola até na cidade como um todo.

O Programa educativo que fortalece o conceito de segurança viária dentro das salas de aula, com a capacitação de professores de escolas parceiras que posteriormente orientam o desenvolvimento de projetos com seus alunos para implementar ações que
tornem a circulação mais segura e eficiente.

Em Toritama, a MAPFRE realizará no dia 06
de abril, a capacitação de 35 (trinta e cinco) educadores que atuam no ensino fundamental das escolas municipais.

Além da formação presencial, os professores continuarão a capacitação através da plataforma de ensino à distância (EAD) , criada para incentivar discussões sobre o tema em sala de aula, estabelecendo um ambiente virtual que promove o intercâmbio de conhecimento e experiências entre os educadores participantes e a equipe pedagógica da
Fundación MAPFRE.

No final do ano letivo, os projetos desenvolvidos pelos professores passarão por um processo seletivo e os vencedores irão a São Paulo para receber premiação, com todas as despesas custeadas pela Fundação.

PUBLICIDADE

Comentários