Procon-PE realizou mais de 75 mil atendimentos em 2017

A Celpe foi a campeã em reclamações

O Procon-PE fechou o ano de 2017 com 75.584 pessoas atendidas em todo o Estado, dos quais 30.653 geraram reclamações. Entre as empresas mais reclamadas estão a Celpe, bancos e as empresas de telefonia. Em 2016 foram 67.655 atendimentos e 28.971 reclamações.

O primeiro lugar ficou com a Celpe com 879 reclamações durante o ano. Entre os problemas mais apresentados pelos consumidores em relação a companhia de energia estão: cobrança abusiva ou indevida e serviços não concluídos ou fornecidos.

Os 2º e 3º lugares ficaram a Motorola, com 689 reclamações, e a Connect Santa Maria (assistência técnica da Motorola), com 661. Ainda entre as 10 mais reclamadas estão: OI Fixo; OI Móvel; Compesa; Caixa Econômica; TIM; Bradesco e Itaú empatados e a Cardif. Lembrando que o grau de resolutividade nas audiências realizadas pelo órgão estadual é de 90%.

A unidade do Procon-PE que mais faz atendimento é a Sede, localizada no Centro do Recife. Depois vem a unidade de Caruaru. Para abrir uma reclamação no Procon-PE o consumidor deve comparecer a uma de nossas 59 unidades munido de carteira de identidade, CPF e comprovante de residência. É preciso levar também documentos que possam comprovar a reclamação, como nota fiscal, ordem de serviço, fatura, comprovante de pagamento, contrato, entre outros.

Ranking das empresas mais reclamadas de 2017

1º Celpe – 879
2º Motorola – 689
3º Connect Santa Maria – 661
4º Telemar – OI Fixo – 655
5º OI Móvel – 644
6 º Compesa – 592
7º Caixa Econômica Federal – 497
8º TIM Nordeste – 431
9º Banco Bradesco – 377
9º Banco Itaucard – 377
10º Cardif do Brasil Seguros e Garantias – 351

Comentários