Caruaru realiza I Semana do Forró de 13 a 17 de dezembro

Cortejo com 50 sanfoneiros faz parte das comemorações

De 13 a 17 de dezembro, a Prefeitura de Caruaru, através da Fundação de Cultura e Turismo (FCTC), fará jus ao título da cidade de “Capital do Forró” realizando a I Semana do Forró, em homenagem ao Dia Nacional do Forró, comemorado em 13 de dezembro, data de nascimento do cantor e compositor Luiz Gonzaga, o “rei do baião”. A data foi instituída pela Lei nº 11.176, de 6 de setembro de 2005.

A programação começa na quarta-feira, dia 13, com uma aula-espetáculo com o músico Salatiel D’Camarão, filho do Mestre Camarão, Patrimônio Vivo de Pernambuco e que dará nome ao antigo Polo Forró do Candeeiro já no São João de 2018. Na aula, que será ministrada no auditório da CDL, a partir das 19h, Salatiel abordará o processo de criação do estilo musical forró pé de serra e seus gêneros e subgêneros. A aula é gratuita e aberta ao público.

No dia 16, a partir das 11h, trios de pé de serra vão se apresentar no núcleo de restaurantes da Feira de Artesanato, aproveitando o grande fluxo de visitantes do sábado. Já no domingo (17), um cortejo com 50 sanfoneiros vai percorrer a Rua Cleto Campelo (ao lado da linha férrea), Rua Silvino Macêdo e Agamenon Magalhães, onde vão se apresentar com alunos da Escola de Sanfona. A concentração do cortejo está marcada para as 16h, em frente à estátua de Luiz Gonzaga, no Parque de Eventos Luiz Lua Gonzaga.

Sobre Mestre Camarão – Instrumentista, compositor e acordeonista, o músico morreu aos 74 anos, em abril de 2015. Nascido em Fazenda Velha, Brejo da Madre de Deus, no Agreste do Estado, o sanfoneiro aprendeu a tocar observando seu pai, Antônio Neto. Aos 18 anos, Reginaldo Alves Ferreira, mais conhecido como Mestre Camarão, conheceu Luiz Gonzaga, com quem participou de 28 gravações, entre discos e CDs. Em janeiro de 2006, recebeu o título de Patrimônio Vivo de Pernambuco.

Comentários