Prefeitura de Caruaru realiza Primeiro Feirão de Emprego para Pessoas com Deficiência

A ação proporcionou o contado direto dos candidatos com as empresas parceiras, e o resultado foram 35 encaminhamentos

O Primeiro Feirão de Emprego para Pessoas com Deficiência de Caruaru foi um sucesso na primeira edição realizada nesta sexta (01), no hall do Bloco “A”, da prefeitura, na Praça Senador Teotônio Vilela. Empresas parceiras se uniram no mesmo propósito de inclusão social, junto com a Prefeitura de Caruaru, que promoveu o evento, através da Coordenação de Promoção das Pessoas com Deficiência, da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SDSDH).

A ação proporcionou o contato direto do candidato com as empresas parceiras, onde eles puderam realizar o cadastro para as vagas disponíveis, diretamente com setor de recursos humanos, e aguardar o chamado para começar a trabalhar. Diversas oportunidades foram oferecidas, como as vagas para auxiliar de logística e faturamento, assistente administrativo e de farmácia, vendedor interno, cadastrador, entre outras. O resultado foram 35 cadastros realizados, além dos currículos encaminhados para as outras empresas parceiras, que encerraram as atividades mais cedo nos estandes, mas deixaram as vagas disponibilizadas.

No local, os candidatos puderam contar com o serviço de impressão de currículos e orientações do Ministério do Trabalho, que foi parceiro da ação, junto com a Câmara de Dirigentes Lojistas de Caruaru (CDL), a Associação Comercial e Empresarial de Caruaru (Acic) e o Sindicato dos Lojistas do Comércio de Caruaru (Sindloja). “Atingimos a meta de encaminhar as pessoas com deficiência para uma colocação no mercado de trabalho, em empresas que necessitavam preencher essas vagas. Para o primeiro feirão foi muito bom, o saldo foi bastante positivo”, comemorou a coordenadora Rosimery Silva.

O feirão fez parte do primeiro dia da programação dos 15 Dias de Ativismo pelos Direitos Humanos, iniciada hoje, em celebração pelo Dia Mundial dos Direitos Humanos, comemorado no próximo dia 10 de dezembro. As ações serão promovidas pela SDSDH, em parceria com a Secretaria de Políticas para as Mulheres e sociedade civil. O objetivo é promover o debate sobre o tema, com a participação de segmentos representativos da Juventude, Pessoas com Deficiência, Pessoas Idosas, População Afrodescendente e de Etnias Diversas, População LGBTI, Movimentos de Mulheres, entre outros movimentos sociais.

Comentários