Mapeamento com drone, para identificar focos de mosquitos, teve início nesta segunda-feira, 20

PUBLICIDADE

 Um mapeamento, através de drone, para identificar locais onde há suspeitas de focos de Aedes Aegypti e casas desabitadas, foi iniciado nesta segunda-feira (20). A ação é uma parceria entre a Gerência de Limpeza Municipal, Defesa Civil e Vigilância Sanitária.

O objetivo é captar casas com reservatórios d’água abertos e piscinas abandonadas, ou sem tratamento adequado, para realizar um trabalho mais rigoroso no combate à dengue. Após a identificação, que tem a previsão de uma semana, a Vigilância Sanitária, através do Departamento de Vetores, entrará em campo para acabar com focos de muriçoca e mosquitos.

PUBLICIDADE

Comentários