MEC anuncia medidas para valorizar e capacitar professores

PUBLICIDADE

Na semana em que se comemora o Dia do Professor, o ministro da Educação, Mendonça Filho, anunciou recursos, vagas e capacitações voltadas para esse profissional até o ano que vem. O pronunciamento de Mendonça Filho em rede nacional trouxe algumas novidades. Para 2018, será lançado o Programa Nacional de Residência Pedagógica, a fim de aperfeiçoar a formação dos professores desde a graduação. Além disso, serão investidos dois bilhões de reais na profissão. Para o ministro, todas as iniciativas são válidas para dar mais oportunidade a essa classe.

“Estamos trabalhando para dar a esse profissional o reconhecimento e as condições de trabalho compatíveis com a missão que exerce.”

O diretor executivo da Confederação Nacional dos Estabelecimentos de Ensino (Confenen), João Luiz Cesarino, acredita que os professores e professoras devem ser preparados para receber as crianças, que estão entrando cada vez mais cedo nas escolas e se espelhando nesses profissionais.

“Nós temos que, cada vez mais, ao capacitar nossos professores, incentivar esse ideal pela educação.”

Em seu discurso, o ministro da Educação lembrou também que a reforma do ensino médio foi sancionada no início deste ano e garantiu que a nova Base Nacional Comum Curricular vai dar mais apoio aos professores. A reforma tem previsão para começar a valer a partir de 2021.

O ministro também prestou solidariedade às famílias que perderam seus filhos na tragédia de Janaúba, no início de outubro. Mendonça Filho falou sobre a professora Heley Abreu Batista, que morreu para salvar crianças do incêndio.

“Quero registrar nossa solidariedade e prestar todas as homenagens à professora que deu sua vida para salvar vidas de crianças, uma heroína da educação brasileira.”

Segundo dados dos últimos censos da educação básica e superior, o Brasil conta com mais de dois milhões e meio de professores.

PUBLICIDADE

Comentários