Paulo Câmara anuncia 3.800 soldados novos na PM em 2016 e 2017 e nega aposentadoria de policiais

O governador Paulo Câmara anunciou reforço na Segurança de Pernambuco com a implantação do pacote de ações na renovação e ampliação das frotas das polícias Civil, Militar e Corpo de Bombeiros, que vai receber até o ano de 2018, um investimento de R$ 150,8 milhões.

“No entanto, informações inverídicas propagadas em redes sociais sobre aposentadorias de soldados buscam apenas distorcer os números apresentados pelo Governo”, disse o socialista.

Em 2016, 1 mil soldados foram nomeados para fortalecer a segurança pública. Já em 2017, o Governador Paulo Câmara garantiu a chegada de mais 1.500 policiais às ruas. “E atualmente outros 1.322 recrutas estão em treinamento no Curso de Formação e Habilitação de Praças da PM, para reforçar o combate a criminalidade. Ou seja, em dois anos, 3.822 novos soldados da PM fazem parte do efetivo da segurança pública. A meta é chegar até 2018 com um incremento de 4.500 novos policiais, ou seja, aumento de cerca de 15% do atual efetivo”, diz o governador.

Já em relação às aposentadorias, entre 2016 e 2017, em se tratando de soldados, nenhum policial desta patente aderiu à aposentadoria. O que houve foi a adesão à reserva remunerada de 858 policiais militares, desde Cabos a Coronéis. “A conta é simples, o Governo Paulo Câmara, nesses dois anos aumentou em quase quatro mil policiais na missão de combater a criminalidade em Pernambuco”, disse.

Comentários