Laura Gomes comanda na Assembleia sessão solene em homenagem aos dez anos do Mãe Coruja

PUBLICIDADE

Numa marca inédita em Pernambuco, o Programa Mãe Coruja, em uma década, assistiu a 300 mil famílias e mães, desde o pré-natal, passando pelo parto e até as crianças completarem cinco anos de idade, em mais de cem municípios do Estado. As ações resultaram na redução da mortalidade infantil em mais de 20%.
Para homenagear os dez anos do Programa, a deputada estadual Laura Gomes reunirá em sessão solene, nesta segunda, 09, às 18h, na Assembleia Legislativa, os idealizadores e profissionais que estão à frente do Mãe Coruja, que teve início no primeiro governo de Eduardo Campos, em 2007, tocado inicialmente pela ex-primeira dama Renata Campos e agora tem o acompanhamento da primeira-dama Ana Luíza Câmara.
Semana passada, o governador Paulo Câmara sancionou o Projeto de Lei que torna obrigatória a execução no Orçamento do Estado das verbas destinadas ao Mãe Coruja, garantindo a continuidade da assistência como Política Pública permanente.
“São dez anos de trabalho para acompanhar as mães de baixa renda e isso é uma novidade fundamental e de caráter humanizante. Além de salvar as crianças, com a redução significativa da mortalidade infantil, também salvamos as mães, com a queda da mortalidade de parturientes”, explica a deputada.
O Programa Mãe Coruja, que atua em parceria com a Unicef, foi agraciado pela ONU, com o prêmio de boas práticas públicas e pela OEA, na área de serviços preventivos de saúde, além de ter recebido o prêmio Zilda Arns, da Pastoral da Criança de Pernambuco.

PUBLICIDADE

Comentários