CCJ aprova novo parecer que rejeita denúncia

PUBLICIDADE

Depois de derrotar um primeiro parecer, a CCJ aprovou por 41 votos a 24 um relatório paralelo que recomenda a rejeição da denúncia contra Michel Temer por corrupção passiva.

Após a rejeição do parecer de Zveiter, foi designado novo relator, o tucano Paulo Abi Ackel (MG). “Inexistindo na denúncia sequer a tentativa de demonstrar o nexo causal entre o presidente da República e o ilícito que menciona, torna-se impossível instaurar contra ele a ação penal”, declarou o tucano.

Em dez páginas, Abi-Ackel apresentou um parecer contra a aprovação da denúncia. Ele questionou a validade da gravação da conversa entre Temer e o empresário Joesley Batista, e atacou os benefícios concedidos a ele pela PGR (Procuradoria-Geral da República).

PUBLICIDADE

Comentários