Sport e Náutico se desfiliam da Liga do Nordeste, responsável pelo torneio regional

 

Do Super Esportes

Os rumores encontram decisões concretas. Nesta segunda-feira, Sport e Náutico estão oficialmente desfiliados da Liga do Nordeste. O órgão é responsável pela organização da Copa do Nordeste, hoje considerado o maior torneio regional do país. Em princípio, o Santa Cruz ainda não seguiu o desejo dos outros dois clubes. Os detalhes da mudança serão repassados na tarde desta segunda-feira em entrevista coletiva com representantes do Timbu e do Leão além do presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF).

Em contato com o Superesportes, o gestor da FPF, Evandro Carvalho, não quis passar mais detalhes sobre o assunto nem em torno das negociações para fazer o Santa Cruz seguir o mesmo caminho. “Eu vou à coletiva, mas ainda preciso me interar dos detalhes. Não conversei com o Santa Cruz. Também não sei se está fora ou dentro (da decisão). Cheguei de viagem de madrugada”, disse.

Por meio do site oficial, o Sport tomou a frente do caso e publicou uma nota oficial. “O Sport formalizou a sua desfiliação da Liga do Nordeste, que é responsável pela organização da Copa do Nordeste, na tarde da última sexta-feira (30/6). O documento é assinado também pelo Náutico. O presidente rubro-negro, Arnaldo Barros, vai explicar as razões que levaram o Clube à decisão em entrevista coletiva nesta segunda-feira”, revelou.

Nos bastidores, comenta-se que, além de Sport e Náutico, Ceará, Fortaleza e Vitória devem puxar a fila dos clubes que pretendem estabelecer um novo torneio regional, com menos participantes e cotas maiores de televisão. Neste ano, os clubes de Pernambuco, Bahia, Alagoas, Sergipe, Ceará, Rio Grande do Norte e Paraíba receberam R$ 600 mil apenas para a primeira fase. Já Maranhão e Piauí ficaram com R$ 330 mil. Os valores aumentaram na medida em que o time avançou de fase. Campeão, o Bahia levou R$ 2,85 milhões. Os clubes querem aumentar, substancialmente, esse montante.

Neste ano, a Federação Pernambucana de Futebol já questionou o novo formato estabelecido pela Liga do Nordeste para o ano que vem. Em um novo formato, a Copa terá um primeira fase no estilo mata-mata para enxurgar os jogos da fase de grupos. O desejo da FPF era de que o estado tivesse direito a três vagas diretas. Porém, não foi atendida. O Sport ainda precisa de outro procedimento burocrático para se desfiliar do torneio. Sem ter conseguido a vaga pelo Estadual deste ano, o Náutico já não participaria da competição. Sendo assim, os únicos representantes locais assegurados, até o momento, são Santa Cruz e Salgueiro.

Inicialmente classificado apenas para a pré-Copa do Nordeste, o Tricolor conversa com a FPF para avaliar qual posição tomará definitivamente. Há também a possibilidade de solicitar oficialmente a ida para a fase de grupos do torneio após a desistência do Leão.

Comentários