Professores vão cruzar os braços por dois dias na próxima semana

PUBLICIDADE

Os Servidores Públicos da Rede Municipal de ensino participaram de assembleia na tarde desta quinta-feira,20, promovida pelo sindicato que representa a categoria, o SISMUC Regional. Na ocasião, os docentes decretaram estado de greve, alegando insatisfação após a reunião com a prefeitura realizada na última quarta-feira,19. Os professores continuam cobrando do Executivo Municipal, o pagamento do Piso Nacional da categoria para toda a rede.

O presidente do SISMUC Regional, Eduardo Mendonça, explicou os motivos do estado de greve. “O sinal de alerta foi ligado para a prefeitura. Hoje existem cinco categorias de professores diferentes e o município quer criar ainda uma nova. A prefeitura quer fazer um complemento do reajuste e não é o que a classe deseja. Todos os professores têm direito a uma recomposição de 7,64%, garantido por Lei”, disse.

Na próxima semana, os professores vão cruzar os braços durante dois dias, na terça e quarta. “Pedimos a compreensão dos pais para esses dois dias de parada. Na assembleia ficou decidido que também  vamos aderir a greve geral do dia 28”, explicou Mendonça.
No dia 5 de maio uma nova assembleia vai ser realizada para decidir se será decretada a greve.

PUBLICIDADE

Comentários