Famosos confirmam participação na Paixão de Cristo de Nova Jerusalém em setembro

O espetáculo da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, pela primeira vez, em 53 anos de história,  teve a sua temporada adiada devido as medidas preventivas que estão sendo adotadas no Brasil com o objetivo de combater a expansão do contágio pelo coronavírus.

O espetáculo, agora, será apresentado no período de 2 a 7 de setembro. Um dos grandes desafios já foi vencido esta semana quando o organizador do evento, Robinson Pacheco, conseguiu confirmar a participação do elenco de artistas convidados para a temporada 2020. Caco Ciocler (Jesus), Edson Celulari (Herodes), Christine Fernandes (Maria), Juliana Knust (Madalena) e Sérgio Marone (Pilatos), além da destacada influenciadora digital Thaynara OG, que fará o papel de Herodíades garantiram presença na encenação de setembro.

Além disso, dos cerca de 52 atores e atrizes pernambucanos que atuam na peça, apenas três ainda não confirmaram participação por estarem ainda dependendo de negociações relacionadas aos seus trabalhos atuais. Encenar o espetáculo cinco meses depois da Semana Santa será uma experiência totalmente nova para os produtores do espetáculo.

O espetáculo da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém teve sua origem nas encenações do Drama do Calvário, realizadas nas ruas da vila de Fazenda Nova, distrito do município do Brejo da Madre de Deus (PE), no período de 1951 a 1962. A iniciativa foi do patriarca da família Mendonça, o comerciante e líder político local Epaminondas Mendonça com o objetivo de movimentar o comércio da cidade.

Solidariedade declara apoio à Raffiê Dellon

O pré-candidato à Prefeito de Caruaru, Raffiê Dellon, segue intensamente nas articulações visando as eleições de outubro. Depois de ter recebido o apoio do PV, e do DC, desta vez foi o Solidariedade que declarou apoio a sua pré-candidatura. O partido será presidido em Caruaru pelo Contador Diogo Lima. A articulação se deu através do Presidente Estadual da Legenda, o Deputado Federal Augusto Coutinho e do Tesoureiro Kaio Maniçoba, que também é Presidente do INCRA em Pernambuco.

“Toda articulação é uma construção, sou grato a Augusto Coutinho e a Kaio Maniçoba, que estão apostando nesse projeto da Nova Política de Caruaru. O Solidariedade chega para ser protagonista no Time 55″. Comentou Dellon. A futura Coligação Majoritária de Raffiê já conta com quatro partidos: PSD, PV, DC e Solidariedade, o que já soma um tempo considerável para o Guia Eleitoral de Rádio e TV.

Número de casos de Coronavírus no Brasil pode subir até seis vezes em 18 dias

Um grupo de pesquisas formado por diversos institutos e universidades estimou que, nos próximos 18 dias, o Brasil pode chegar a 60 mil casos de coronavírus, cerca de ses vezes mais do que registrou até agora (9.194 ocorrências).
Este cenário, segundo o Núcleo de Operações e Inteligência em Saúde (Nois), é considerado o “pior caso”. Naquele classificado como “melhor caso”, o Brasil terá 25.164 casos de coronavírus no dia 20 de abril. O panorama considerado mais provável, porém, indica aproximadamente 41 mil ocorrências.
Segundo os pesquisadores, as medidas de isolamento são essenciais para evitar que o Brasil siga o caminho trilhado pelos EUA, que contabilizou 277 mil casos de coronavírus até a noite desta sexta-feira (4) e que é atualmente o país com maior número de contágios.

Arrependida:Comissão Europeia pede desculpas à Itália por falta de solidariedade contra coronavírus

Até agora, porém, o cenário brasileiro não é tão catastrófico quanto o americano.

— Em nosso 40º dia de epidemia (20 de abril), prevemos 41 mil casos. A Itália, em seus primeiros 40 dias, tinha 115 mil. Nos EUA, com 38 dias de epidemia, já havia 240 mil registros confirmados — explica Silvio Hamacher, professor do Departamento de Engenharia Industrial da PUC-Rio e um dos autores do estudo. — A lição que esses dois países deram ao Brasil e ao resto do mundo é que a demora ou a não adoção de medidas de isolamento dos que podem ficar em casa teve graves consequências.

Juristas denunciam Bolsonaro ao Tribunal de Haia

Por Estadão Conteúdo

A Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD) protocolou na quinta-feira, 2, uma representação contra o presidente Jair Bolsonaro no Tribunal Penal Internacional em Haia, nos Países Baixos. Na denúncia, a entidade alega que o chefe do Executivo praticou crime contra a humanidade ao incentivar ações que aumentam o risco de proliferação do novo coronavírus. Desde o início do avanço da covid-19, Bolsonaro minimizou a letalidade da doença e criticou o isolamento recomendado pelo próprio Ministério da Saúde.

A denúncia recupera um estudo da Imperial College, de Londres, que estima que até 1,1 milhão de brasileiros poderiam morrer caso as medidas de prevenção não fossem adotadas. “É precisamente o presidente da República quem incita as pessoas a retornarem a seus postos de trabalho, as crianças a voltarem às escolas, os jovens a retornarem às universidades e as pessoas a circularem normalmente pelas ruas”, afirma o documento.

Jornal Correio da Paraíba fecha aos 66 anos de história

O Jornal Correio de Paraíba, fundado em 1953 por Teotônio Neto, circula neste sábado (4), em sua última edição. Aos 67 anos de história, desde sua concepção, o periódico conseguiu ser o mais importante da Paraíba, desde a década de 90, quando assumiu a liderança até o anúncio do seu fechamento.

A informação foi confirmada por fontes do próprio Correio. Apesar do avanço da mídia digital, o Jornal ainda resistia. É último a fechar suas portas, depois de O Norte, com quem rivalizou por décadas, Diário da Borborema e Jornal da Paraíba, este extinto em abril de 2016.

Agora, permanece em circulação apenas o Jornal A União, mantido pelo Governo do Estado, e que há muito perdeu audiência, resumindo-se hoje em dia a um papel simbólico, uma espécie de museu dos seus tempos áureos, praticamente reduzido à fonte oficial, com exceção de colunas e espaços de crônicas.

Ao longo de 67 anos de história, o Correio da Paraíba deu origem a outros braços do que posteriormente se transformou no Sistema Correio de Comunicação, com emissoras de rádio, televisão e portais de notícias.

O veículo cobriu durante essas seis décadas pautas e assuntos de impacto na Paraíba, cobertura eleitoral, entrevistas exclusivas e reportagens investigativas, sendo reconhecido em premiações locais e nacionais.

Um dos fatos mais marcantes da história do Correio foi a morte de Paulo Brandão, então sócio-proprietário do Sistema Correio. Ele foi assassinado em 13 de dezembro de 1984. O homicídio virou um “holocausto”para o grupo, no dizer do seu presidente Roberto Cavalcanti.

O Jornal Correio consolidou a carreira de inúmeros profissionais da mídia paraibana. Rubens Nóbrega, Giovani Meirelles, Lena Guimarães (in memorian) e Walter Galvão estão nessa galeria. Atualmente, o veículo vinha sendo dirigido pela jornalista Sony Lacerda. Na empresa, ela passou por todas as funções: de repórter a editora-geral.

Do Litoral Portal PB

Coronavírus: média de mortes no Brasil já é 3 vezes maior a da gripe

Foto: Hannah A Bullock; Azaibi Tamin/CDC

A Covid-19, a síndrome respiratória aguda grave causada pelo novo coronavírus, já matou três vezes mais do que a gripe matou por dia, em média, em 2019.

Segundo um levantamento da BBC News Brasil a partir de dados do Ministério da Saúde, no ano passado, o país registrou 1.122 óbitos pelos três tipos de influenza (H1N1, influenza B e H3N2), ou uma média de 3,1 por dia. Neste ano, até o dia 14 de março, foram 29 mortes, ou média de 0,4 por dia.

Em 2019, a influenza A (H1N1) foi responsável pelo maior número de mortos, mais de 700. Já o novo coronavírus matou até esta sexta-feira (3 de abril) 359 pessoas, ou uma média de 9,2 por dia, desde que começou a circular no território nacional, em 25 de fevereiro.

Caixa lançará na terça aplicativo para cadastro em renda emergencial

A partir da próxima terça-feira (7), dezenas de milhões de brasileiros poderão baixar um aplicativo lançado pela Caixa Econômica Federal que permitirá o cadastramento para receberem a renda básica emergencial, de R$ 600 ou de R$ 1,2 mil, no caso de mães solteiras. O banco também lançará uma página na internet e uma central de atendimento telefônico para a retirada de dúvidas e a realização do cadastro.

O próprio aplicativo avaliará se o trabalhador cumpre os cerca de dez requisitos exigidos pela lei para o recebimento da renda básica. O pagamento poderá ser feito em até 48 horas depois que a Caixa Econômica receber os dados dos beneficiários, mas o presidente do banco não se comprometeu em apresentar uma data específica. Quem não tem conta em bancos poderá retirar o benefício em casas lotéricas.

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, anunciou que o banco lançará outro aplicativo, exclusivo para o pagamento da renda básica. O benefício será depositado em contas poupança digitais, autorizadas recentemente pelo Conselho Monetário Nacional, e poderá ser transferido para qualquer conta bancária sem custos. Segundo ele, o calendário de pagamentos será anunciado na próxima semana, depois de o banco conhecer o tamanho da população apta a receber a renda básica emergencial.

Segundo Guimarães, o decreto que regulamenta a lei que instituiu o benefício será finalizado hoje, mas ele não informou se o texto será publicado ainda nesta sexta-feira (3) ou no início da próxima semana. Na segunda-feira (6), a Caixa Econômica detalhará o funcionamento dos dois aplicativos.

O ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, informou que só precisarão se inscrever no aplicativo microempreendedores individuais (MEI), trabalhadores que contribuem com a Previdência Social como autônomos e trabalhadores informais que não estejam inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. Caso o trabalhador esteja inscrito no cadastro único, o aplicativo avisará no momento em que ele digitar o número do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF).

Bolsa Família

Os beneficiários do Programa Bolsa Família não precisarão baixar o aplicativo. Segundo Onyx, eles já estão inscritos na base de dados e poderão, entre os dias 16 e 30, escolher se receberão o Bolsa Família ou a renda básica emergencial, optando pelo valor mais vantajoso.

O ministro da Cidadania lembrou que o benefício de março do Bolsa Família terminou de ser pago no último dia 30. Para ele, o pagamento do novo benefício a essas famílias antes do dia 16 complicaria o trabalho do governo federal, que ainda está consolidando a base de dados, de separar os grupos de beneficiários.

“A lei cria uma série de regras. Temos de fazer filtragem da base de dados. O que acontece? A base já existe. O maior desafio está nas pessoas que não estão em base nenhuma, por isso criamos a solução via aplicativo, internet e central de telefones”, explicou o presidente da Caixa.

Ele lembrou que, no caso do saque imediato do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), um terço dos 60 milhões de pagamentos foi feito por aplicativo. Para Guimarães, o índice deve ser semelhante com o novo benefício emergencial.

Desafio

Para o ministro da Economia, Paulo Guedes, que participou da apresentação, o grande desafio do governo não consiste em eventuais atrasos na aprovação de medidas, mas na própria montagem da logística. “Não são um ou dois dias de atraso ou de antecipação. Desde que começamos a formular o programa, o grande desafio é a logística de entrega. É um cronograma quase físico de capturar os cadastros. Não é a aprovação que vai mudar o cronograma físico”, destacou.

Guedes destacou que, em três semanas, o governo saiu de zero para cerca de R$ 800 bilhões em programas de enfrentamento à pandemia do noovo coronavírus e de manutenção dos empregos. A conta, que envolve não apenas gastos novos, mas antecipações de despesas, adiamento de tributos e remanejamentos, está, segundo o ministro, em 3,4% do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e dos serviços produzidos). “Nenhum país emergente fez uma movimentação tão rápida de liberação de recursos como o nosso. A implementação está no mesmo ritmo dos Estados Unidos, um país que tem experiências com catástrofes”, declarou.

O ministro cobrou a união de prefeitos, governadores, Executivo federal, Legislativo e Judiciário para andar com as medidas. Em relação à necessidade da aprovação da proposta de emenda à Constituição do orçamento de guerra para a liberação do benefício, o ministro disse que a ala jurídica do Ministério da Economia tinha dado aval para o início do pagamento, mas que a ala econômica da pasta tinha receio de que o descumprimento da regra de ouro, que proíbe a emissão de dívida pública para gastos correntes, prejudicasse o governo, mesmo com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, tendo autorizado os gastos extras.

Da Agência Brasil

‘Orçamento de guerra’: emendas que previam redução nos sálarios dos servidores são rejeitadas

Foto: Cleia Viana/ Câmara dos Deputados

Foram rejeitadas as duas emendas feitas ao “Orçamento de Guerra” que previam a redução salarial dos servidores públicos. A Câmara dos Deputados segue em votação, nesta sexta-feira (dia 3), da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 10/2020 que permite a ampliação das despesas públicas para conter o coronavírus, sem as barreiras constitucionais que atualmente restringem os gastos federais.

O texto permite que o governo gaste mais para conter o avanço da Covid-19, além da adoção de medidas econômicas relacionadas à pandemia.

As emendas rejeitadas são de autoria do partido Novo, com a autoria liderada pelo deputado federal Alexis Fonteneye (Novo-SP e previam a suspensão do trecho da Constituição que trata do princípio de irredutibilidade dos subsídios e dos vencimentos dos ocupantes de cargos e empregos públicos, enquanto durasse a calamidade pública ou financeira.

Perpétua Dantas deixa prefeitura para concorrer a um vaga na Câmara de Vereadores de Caruaru

Foto: Janaína Pepeu
Do blog Cenário

Foi publicada no Diário Oficial desta sexta-feira (03), a exoneração da professora Perpétua Dantas, que exercia a função de secretária de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos. Ela é a única do primeiro escalão da gestão Raquel Lyra (PSDB) que se desligou do governo para disputar as eleições.

Com forte atuação na pauta dos Direitos Humanos, Perpétua vai concorrer pelo PSDB, partido que recebeu um grande número de vereadores durante a janela partidária. No lugar, quem vai dirigir a pasta é Carlos Eduardo Braga Farias, que estava atuando enquanto seu secretário adjunto.

Novas determinações são definidas pela Prefeitura de Caruaru, em recorrência da Covid-19

A Prefeitura de Caruaru publicou novo Decreto, nessa quinta-feira (2), com determinações ainda relacionadas aos efeitos causados pela pandemia da Covid-19. O documento trata sobre a prorrogação do prazo de validade das Certidões Negativas de débitos relativos a créditos tributários municipais, assim como a Dívida Ativa do Município (CND) e das Certidões Positivas com Efeitos de Negativas de Débitos relativos a Créditos Tributários Municipais e à Dívida Ativa do Município (CPEND).

As medidas são temporárias e tem o objetivo de regulamentar o prazo de validade das Certidões Negativas de Débitos emitidas pelo município, oferecidas por vários órgãos da prefeitura. Dessa forma, o Decreto prorroga por 90 dias a validade dos documentos.”Em todas as medidas que adotamos, procuramos pensar em todos os envolvidos. O momento é de total atenção e cuidado, buscando facilitar ao máximo tudo o que podemos”, explica Diogo Bezerra, secretário da Fazenda de Caruaru.

SERVIDORES – Em uma nova Portaria publicada nesta sexta-feira (03), a Prefeitura de Caruaru definiu novos procedimentos para o para a junta médica do município. A partir de agora, os serviços de perícias médicas ocorrerão exclusivamente pelo email juntamedicacaruaru@gmail.com. É importante que o solicitante envie anexado, com cópia para o seu setor, a cópia do atestado médico, comprovante do cadastro nacional de pessoa física, além de exames e imagens, quando houver.

Toda a análise será feita pelos médicos peritos, que responderão por meio de declaração a ser enviada pelo mesmo email o andamento do caso. Todas as dúvidas e esclarecimentos também podem ser feitas pelo correio eletrônico.