Raffiê propõe mudanças na educação municipal em debate da Unifavip

Ele acredita na mudança a partir da valorização do profissional da educação e o investimento em medidas que auxiliem os alunos.

O candidato à prefeitura de Caruaru Raffiê Dellon (PSD), participou nesta terça-feira (27) do debate eleitoral realizado pela Unifavip. Enquanto professor universitário, ele ressalta os talentos não aproveitados por falta de incentivo do município.

Raffiê reforça a importância de um olhar especial para construir uma educação de qualidade, a partir de ferramentas tecnológicas, como a estruturação do sistema de ensino para novas tecnologias em parceria com o Google Sala de Aula. Além da valorização de profissionais da área, com a revisão do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração do Magistério e a progressão vertical e horizontal. Como também, o investimento na estrutura das unidades escolares, melhorias na merenda, acesso ao fardamento e ao conteúdo didático.

“Eu fui estudante de escola pública, conheço de perto a realidade dos alunos da rede municipal de educação. Acredito na educação como uma grande ferramenta de transformação da realidade da nossa gente. Caruaru é um município de grandes potencialidades com os mais diversos profissionais que necessitam de ações de incentivo. Com educação não se brinca, na nossa gestão será prioridade”, comentou.

Foto: Andreza Ferreira

 

Saibas as etapas para financiar um imóvel usado em Caruaru

Crédito: Freepik

Querendo financiar um imóvel usado para dar adeus ao aluguel? Confira nosso passo a passo.
Se você está pensando em sair do aluguel e está procurando uma casa usada ou apartamento para vender com o objetivo de financiá-lo, antes de tudo, nós temos uma excelente notícia para você: os juros imobiliários nunca estiveram tão bons – na história do Brasil – para realizar este tipo de transação. Porém, também é preciso estar atento às exigências requeridas para conseguir uma oportunidade no mercado de casas em Caruaru. Por isso, neste artigo, você irá conferir um passo a passo didático com tudo que precisa saber para conquistar o financiamento do seu imóvel usado. Confira.
O QUE É O FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIO: Antes de tudo, é preciso saber que casas financiadas podem ser adquiridas por meio de duas formas de empréstimo: ou com uma instituição financeira ou com uma construtora – normalmente responsável pelo empreendimento -. Para isso, é feita uma análise dos dados solicitados e, só então, o capital é liberado para quitar de maneira integral – ou parcial – a casa ou apartamento para vender que você está interessado. O pagamento deverá ser realizado diretamente para o banco ou a empresa do ramo de construção civil e é preciso ficar atento às condições, às taxas de juros e, principalmente, ao número de parcelas.
ANTES DE SOLICITAR O EMPRÉSTIMO: Antes de solicitar o empréstimo para adquirir qualquer tipo de imóvel ou casas financiadas, será necessário preencher uma série de requisitos que legais para que seja possível entrar com o pedido, que são:
• Ser brasileiro – nato ou naturalizado -;
• Ser maior de idade -ou emancipado-;
• Não ter menos de 16 anos;
• Possuir nome sem irregularidades – nome limpo –;
• A soma da idade do futuro proprietário com o prazo de amortização das parcelas não poderá ser superior a 80 anos e 6 meses;
• Caso queira utilizar o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, o interessado não poderá estar envolvido em nenhum processo de aquisição de imóveis na cidade onde reside;
• Realizar uma simulação de pagamento, junto à instituição financeira, para saber se realmente possui condições para arcar com as despesas do empréstimo.
SIMULAÇÃO FINANCEIRA: Este é um dos passos mais importantes que você precisa executar antes de se interessar por uma casa ou apartamento para vender. A simulação financeira é feita diretamente com as instituições bancárias e ajuda a saber se a sua renda é compatível com as parcelas projetadas na compra de casas financiadas. Desta forma, é possível evitar frustrações em que você se interessa por um determinado imóvel, mas na hora de fechar o contrato de financiamento com o banco, descobre que a sua renda não está de acordo com o mínimo solicitado para arcar com as prestações da casa ou apartamento para vender em questão. Portanto, antes de sair buscando imóveis por aí, certifique-se de que o seu financiamento será liberado para a negociação.
ESTAMOS QUASE LÁ: A partir da simulação é preciso que você tenha em mente que será necessária a ajuda de um especialista na compra de casas financiadas para conseguir ter acesso ao valor pretendido. Para isso, peça auxilio a um corretor ou para a incorporadora – se for o caso – a fim de entender quais são as possíveis pendências para entrar com o pedido. Aqui, vale à pena ressaltar que para conseguir um empréstimo, é preciso estar com o nome limpo “na praça”, ou seja, de nada adianta o sua renda ser compatível com o que você está buscando, se o seu nome estiver negativo em órgãos como o SPC ou o SERASA. Da outra parte, também é necessário ter muito cuidado. Para que não ocorra nenhum tipo de problema, é necessário verificar se a documentação da casa ou apartamento para vender também está em dia – já que o imóvel será utilizado como garantia de pagamento pela instituição financeira -. Neste ponto da verificação, é fundamental que se tenha a ajuda e o respaldo técnico de um advogado especialista no mercado imobiliário, para averiguar todas as informações e evitar frustrações.
HORA DE ENVIAR OS DOCUMENTOS: No caso da compra de imóveis usados, além da documentação de quem está interessado na aquisição, também é preciso que o proprietário encaminhe as mesmas certidões solicitadas ao comprador que são:
• Comprovante de estado civil, RG e CPF;
• Certidão de débitos negativos junto à prefeitura municipal;
• Extrato detalhado sobre o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço – caso tenha interesse em utilizar o FGTS como valor para quitar a parcela de entrada -;
• Comprovante de renda e declaração do Imposto de Renda;
• Possíveis solicitações da instituição financeira.
FEITO ISSO: Após a apresentação destes documentos, o banco fará uma análise técnica do imóvel e das condições solicitadas para o financiamento. Este processo, leva em torno de 1 mês para ser finalizado. Em seguida, também é solicitado o seguro habitacional da casa ou apartamento para vender em Caruaru – que é obrigatório, de acordo com as regras da instituição financeira-. Após estes tramites, o banco irá emitir o contrato que será enviado para um cartório de registro de imóveis para formalizar a negociação e conceder a transferência da propriedade. Feito isso, basta registrar o imóvel em seu nome e prontinho, agora você é o dono da sua casa – ou apartamento -.
Se você ainda possui qualquer tipo de dúvida, em relação a casas financiadas ou financiamentos imobiliários, siga nossas redes sociais e confira todos os nossos conteúdos exclusivos. E caso tenha gostado deste artigo, não se esqueça de compartilhá-lo.

Covid-19: Secretário se reúne com representantes de hospitais privados e filantrópicos

Unidades reforçaram que os serviços particulares estão operando dentro da normalidade, inclusive com desmobilização de leitos para o novo coronavírus


O secretário estadual de Saúde, André Longo, participou, na manhã desta terça-feira (27.10), de reunião com representantes do Sindicato dos Hospitais, Clínicas, Casas de Saúde e Laboratórios de Pesquisas e Análises Clínicas do Estado de Pernambuco (Sindhospe), além da Federação de Hospitais Filantrópicos, para tratar da atual demanda de pacientes suspeitos e confirmados da Covid-19 nos serviços pernambucanos. Atualmente, a rede pública estadual possui uma ocupação média de 59%, mantendo uma tendência de estabilidade desde o pico da pandemia.

O Sindhospe também reforçou que os serviços particulares estão operando dentro da normalidade, inclusive com desmobilização de leitos para o novo coronavírus e a retomada da assistência das outras patologias que ficaram reprimidas no período mais crítico do isolamento social. O Sindicato ratificou que, diferente do que vem circulando em mensagens nas mídias sociais, não houve superlotação dos leitos hospitalares.

De acordo com os dados enviados pelas unidades, hoje, são 132 leitos de enfermaria nos serviços privados, com uma taxa de ocupação de 21%. Em relação à UTI, são 202 vagas, 74% delas ocupadas. O secretário André Longo aproveitou para solicitar ao Sindhospe para que as unidades particulares mantenham a Central de Regulação do Estado atualizada sobre as vagas disponibilizadas para os casos suspeitos e confirmados da Covid-19 e as respectivas taxas de ocupação.

Os representantes das unidades hospitalares informaram um aumento de pessoas nas emergências com sintomas gripais leves na última semana, mas sem nenhuma consolidação estatística para que se possa dizer que está havendo uma segunda onda ou um aumento significativo de casos. “Com a reabertura das atividades econômicas e o retorno da intensa circulação de pessoas, alguns serviços da rede privada nos relataram uma maior procura de pacientes com quadros respiratórios leves na última semana, o que pode ser impacto, inclusive, da falta de cuidados da população durante o feriado do dia 12 de outubro”, disse o secretário André Longo. O gestor lembrou que, diferente do início da pandemia, quando a indicação era que os casos leves permanecessem em casa, agora, a população está procurando mais a rede ao surgirem os primeiros sinais sugestivos da doença. “No entanto, essa procura se deve pelos mais diversos quadros e não necessariamente da Covid-19, já que há uma série de outras doenças que continuam circulando e provocam sintomatologia semelhante”, pontuou.

De acordo com as análises epidemiológicas das últimas semanas, observa-se um leve aumento de 1,1% nas suspeitas de casos leves nos últimos 15 dias.  “Durante o processo de convivência com a doença, flutuações podem acontecer, mas, até agora, essas oscilações estão dentro de um patamar esperado, sem configurar tendência clara de aumento, ou de recrudescimento, ou de uma segunda onda da Covid-19. Ao mesmo tempo, também temos uma queda sucessiva nos casos leves efetivamente confirmados para o novo coronavírus, o que reforça a circulação de outros vírus sazonais e a maior exposição da população a eles”, destacou Longo. Atualmente, a rede estadual possui 933 vagas de enfermaria exclusivos da Covid-19, com ocupação de 46%, ou seja, mais de 500 leitos disponíveis.

Em relação aos casos graves, o secretário André Longo também reafirmou as quedas sucessivas nas ocorrências, como também dos óbitos. “Com isso, e após criteriosa análise epidemiológica, o Governo do Estado e a Prefeitura do Recife desmobilizaram mais de 1,5 mil leitos e, mesmo assim, a média de ocupação permanece, hoje, abaixo de 60%”, frisou. O gestor ainda disse que a rede de saúde continua com capacidade de mobilização para, se necessário, retomar leitos para assistência à Covid-19. Hoje, a rede estadual possui 785 leitos de UTI, com ocupação de 75%, ou seja, com 200 vagas disponíveis para acolher pacientes.

Em relação às mensagens que circulam nas mídias sociais, André Longo foi enfático: “não podemos tomar medidas por uma impressão de um dia ou de outro, ou por uma situação que aparece apenas em uma semana epidemiológica. Precisamos configurar tendência, analisar os números. A gente não deve se precipitar em nenhum tipo de medida, mas ressalto que estamos observando os cenários diariamente. Se for preciso tomar alguma medida mais rígida, nós vamos tomar, mas isso é acompanhando o cenário, os indicadores”.

“Continuamos, por determinação do governador Paulo Câmara, monitorando, diariamente, os indicadores e vamos permanecer com o máximo de transparência para levar a informação real e verdadeira para a população. E lembro que, para evitar um novo aumento nos índices de contaminação pela Covid-19, dependemos somente de nossas próprias atitudes. O vírus continua circulando e, para não termos mais mortes e um aumento na ocupação dos hospitais, cada um precisa fazer sua parte: usando a máscara corretamente, lavando as mãos com frequência e praticando o distanciamento social, evitando as aglomerações”, finalizou Longo.

Igor Miranda é o novo nome da história política de Vertentes

Apoiadores se uniram em carros e motos em uma grande carreata no último domingo (25)

O último domingo (25) será marcado na memória dos moradores de Vertentes, no Agreste de Pernambuco. O candidato a prefeito pelo PSB, Igor Miranda, realizou o maior evento político que a população já presenciou. A carreata histórica marcou a campanha do candidato. Os apoiadores se dividiam em carros e motos, que juntos chegou ao número de aproximadamente mil veículos. O que foi impossível mensurar foram os pedidos de mudança que os participantes pediam. O nome de Igor é principal aposta para a esperança de um novo tempo para o município.

O candidato vem escrevendo uma campanha inovadora, trazendo o diálogo e buscando a participação da população para fazer parte de um projeto de transformação, apresentando em seu plano de governo, a proposta de construir uma nova cidade, idealizando um projeto feito pelo povo e “do povo.”

A carreata contou com a participação do deputado estadual pelo Avante, João Paulo Costa, que destacou o evento como a maior carreata proporcionalmente já acompanhada nesta eleição. João destacou que Vertentes terá um prefeito que irá priorizar o povo. “Igor é jovem e poderia estar focado em exercer a sua profissão, mas o sonho de trazer dias melhores para os cidadãos vertentenses sempre fala mais alto e, com ele, Vertentes terá uma gestão participativa, priorizando aqueles que mais precisam e sem ser destaque nas páginas policiais por atos de corrupção”, contou.

O encontro terminou no distrito do Livramento, local que Igor Miranda possui suas raízes. Em um discurso emocionado, o candidato agradeceu pelo envolvimento de todos e destacou a grande manifestação popular realizada pelos moradores. “Nossa campanha já entrou para história, pois nosso projeto é governar junto do povo e para o povo. Essa manifestação de hoje provou que Vertentes deseja mudança, deseja ser livre, deseja um novo tempo, com esperança, diálogo e livre de corrupção”, disse o candidato do PSB.

Durante esta semana, Igor Miranda irá cumprir a agenda de campanha com transmissão de lives. As reuniões da Tribuna 40 nos bairros e distritos também segue na programação, que sempre atende rigorosamente as recomendações sanitárias de controle da pandemia causada pelo novo coronavirus.

Prefeitura de Caruaru divulga calendário da Feira da Sulanca para o mês de novembro

As feiras acontecerão aos domingos e segundas, das 4h às 12h, no Parque 18 de Maio

A Prefeitura de Caruaru, em reunião nesta terça-feira (27) com as associações de sulanqueiros do município e a Polícia Militar, definiu o calendário das Feiras da Sulanca do mês de novembro. Já no ritmo de fim de ano, a tradicional feira vai funcionar aos domingos e segundas-feiras, das 4h às 12h, no Parque 18 de Maio.

A primeira feira será no próximo domingo, dia 1º de novembro, mas não terá funcionamento na segunda-feira (2), em virtude do feriado de Finados; no dia 8 (domingo) também não terá funcionamento, assim como no domingo, dia 15, feriado da Proclamação da República.

Estiveram presentes na reunião representantes das Secretaria de Ordem Pública, Serviços Públicos, Desenvolvimento Econômico e da Saúde, a Autarquia Municipal de Defesa Social, Trânsito e Transportes (Destra), além Polícia Militar, bombeiros civis e membros da União dos Sulanqueiros e comerciantes. Todos os protocolos de segurança serão adotados e deverão ser cumpridos pelo público, a fim de combater a Covid-19 município.

A estrutura do setor da Brasilit permanecerá cercada por disciplinadores e as equipes da Secretaria de Saúde estarão aferindo a temperatura dos frequentadores e comerciantes que acessarem o local. Também serão instalados lavabos para a higienização das mãos em pontos estratégicos do Parque 18 de Maio.

Confira o calendário:

Novembro:
Dia 01 (Domingo)
Dia 09 (Segunda)
Dia 16 (Segunda)
Dia 22 e 23 (Domingo e Segunda)
Dia 29 e 30 (Domingo e Segunda)

Cresce 60% o número de cidades com mais eleitores que habitantes

O número de municípios com mais eleitores que habitantes aumentou na comparação com o cenário visto nas eleições de 2018. Segundo levantamento feito pela Confederação Nacional de Municípios (CNM), desta vez são 493, 8,8% das cidades brasileiras. Em 2018, quando 308 cidades do Brasil registraram essa inversão, o aumento foi de 60%.

O estudo foi feito a partir do cruzamento de dados da base de eleitores do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com a população oficial calculada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O estado com o maior número em termos percentuais é Goiás (22,76%), seguido do Rio Grande do Norte (17,9%) e da Paraíba (14,8%).

Proporcionalmente, a cidade que lidera a lista nacional de municípios com mais eleitores do que habitantes é Severiano Melo (RN). Lá, segundo estimativa do IBGE, são 2.088 habitantes, já os dados do TSE apontam 6.482 eleitores aptos a votar, o número é três vezes maior que a quantidade de habitantes.

Em números absolutos, na liderança da lista nacional de municípios com mais eleitores que habitantes está o município pernambucano de Cumaru,no Agreste do estado. Segundo o IBGE, ele possui 10.192 moradores, já o TSE aponta que há na cidade 15. 335 cidadãos aptos a votar este ano.

Justificativa

A diferença, segundo o consultor da área técnica, da CNM, Eduardo Stranz, pode ser justificada por desatualizações nas estimativas de população feitas pelo IBGE, fraudes e , especialmente, por questões afetivas. “Existe uma ligação muito grande das pessoas com as cidades onde elas nasceram, sobretudo nesses municípios pequenos. Elas migram para cidades maiores, regiões metropolitanas ou cidades-pólo em busca de emprego ou estudo, mas não transferem seus títulos eleitorais, isso é muito comum”, avaliou.

Stranz, que há mais de 30 anos trabalha com municípios, lembrou ainda que em cidades menores a disputa política é muito acirrada e as pessoas nascidas nessas localidades têm sempre algum grau de parentesco com os candidatos o que, segundo ele, também contribui para que elas não transfiram seus títulos.

Dados IBGE

Outro ponto que deve ser levado em conta é a defasagem nos dados sobre a população brasileira. “Isso está mais evidente agora, em 2015. Segundo o Plano Nacional de Estatística, o IBGE teria que ter feito uma contagem populacional para ajustar a fórmula que calcula essa estimativa, mas isso não aconteceu sob o argumento de falta de verba”, explicou o especialista.

O Brasil adota uma das seis fórmulas utilizadas no mundo para estimar a população . A equação, que projeta o número de habitantes a partir de dados do Censo Demográfico, tem eficiência por quatro anos, no quinto ano, é preciso recontar a população para ajustar a fórmula. “Como não foi feito isso, as populações estimadas a partir de 2015 têm tendência mais ao erro que acerto. Isso também pode ser importante nessa diferença”, destacou Eduardo Stranz.

Fraudes

Questionado se o número maior de eleitores em relação aos habitantes em determinadas cidades não pode significar fraude, o consultor disse que sim, mas que casos de curral eleitoral são pontuais. “Hoje em dia isso é cada vez menos comum. As pessoas têm muito mais acesso à informação, discussão política. Olhando o perfil dessas cidades, fica mais evidente a ligação das pessoas com sua terra natal.

Revisão

Nos casos em que há muita discrepância entre eleitores e habitantes ou que há um aumento da transferência de domicílios, a Resolução 22.586/2007, do TSE, determina que seja feita uma revisão do eleitorado sempre que for constatado que o número de eleitores é maior que 80% da população, que o número de transferências de domicílio eleitoral for 10% maior que no ano anterior, e que o eleitorado for superior ao dobro da população entre 10 e 15 anos, somada à maior de 70 anos no município.

Da Agência Brasil

4ª Ciretran em Caruaru abrirá aos sábados

Para diminuir demanda reprimida existente por causa da Pandemia do Covid-19, a 4ª Circunscrição Regional de Trânsito – Ciretran, passou a abrir aos sábados para atendimento exclusivo de Exames Teóricos, aumentando assim a capacidade de atendimento do serviço. Os interessados deverão agendar previamente o exame no site do Detran-PE(www.detran.pe.gov.br). O horário de funcionamento será o mesmo dos dias úteis, das 8h às 13h.

Segundo o coordenador da unidade, Jefferson Paz, ainda existe uma grande demanda ocasionada pela pandemia do Novo Coronavírus. “Já estávamos abrindo aos sábados para atender aos serviços exclusivo de primeira habilitação. Agora, estamos realizando também os exames teóricos que conta com outra grande demanda” afirma Jefferson.

O coordenador lembra ainda que a 4ª Ciretran está seguindo todos os protocolos de segurança e de retomada das atividades e que só será autorizado a entrada do usuário, se o mesmo estiver de máscara e depois da higienização das mãos e aferição de temperatura.

2 em 1: Faaca Boteco e Açougue serão lançados em Caruaru

A cidade vai receber a primeira unidade a oferecer os dois serviços da marca; Também será a primeira franquia do Açougue Faaca

Mesmo com os limites impostos pela pandemia do novo coronavírus, o grupo Faaca continua o seu plano de expansão. No dia 27 de outubro será inaugurado, no Caruaru Shopping, a primeira unidade da marca a oferecer dois serviços no mesmo local: Faaca Boteco e Açougue Faaca.

Conhecido no Nordeste por oferecer os melhores produtos, o Faaca vai levar para a cidade do agreste, o famoso serviço de boteco, conhecido pelas ótimas opções de pasteizinhos de costelas, coxinha de queijo do reino, entre outros. Além disso, a grande novidade será a primeira franchising do Açougue Faaca.

Em busca de manter a linha de excelentes produtos, o Açougue Faaca segue a tendência mundial dos meat lovers, oferecendo carnes com qualidade, sabor e maciez.

De acordo com o sócio Bruno Carrazzone, agora a marca trabalha com o melhor que a genética e o cruzamento de raças de gado pode produzir. “Todos os animais são criados em fazendas parceiras. Acompanhamos todo o processo de perto. Desde a compra do animal até chegar no Açougue Faaca.”.

Já o espaço Faaca Boteco e Parrilla é uma boa opção para almoço e jantar, além de servir como uma ótima escolha para encontros e ocasiões mais descontraídas.

“Com esse novo formato da unidade, as pessoas vão encontrar tudo no mesmo lugar. Vão poder beber e comer, no espaço do boteco, e vão poder comprar os ingredientes para fazer um churrasco no final de semana ou até a carne do almoço. Tudo isso com o padrão Faaca.” comentou o sócio.

Se já não bastassem os produtos de comida e bebidas, será vendido, na unidade, insumos para o churrasco, como: carvão, temperos, parrilla, facas, entre outros.

Para mais informações: www.grupofaaca.com.br / @botecofaaca / @acouguefaaca

Extratos bancários de partidos devem ser divulgados em tempo real

A exemplo do que já ocorre com as prestações de contas eleitorais, a partir de agora os extratos das contas bancárias dos partidos serão publicados no Portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em tempo real. A divulgação dos dados para consulta será feita assim que as tabelas chegarem à Justiça Eleitoral, mensalmente.

A decisão unânime do Plenário do TSE acolheu o pedido dos movimentos Transparência Partidária e Transferência Brasil. Segundo as instituições, as agremiações políticas exercem função pública e são financiadas com recursos do Tesouro Nacional, via Fundo Partidário, por isso, deve ser facilitada a fiscalização dos cidadãos sobre a forma com que esses recursos são gastos.

O relator do requerimento, ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Luis Felipe Salomão, declarou voto favorável à divulgação dos extratos.  “Os extratos integram processos de conta que por sua vez são públicos e de amplo acesso, sendo contraditório ao meu juízo restringir a divulgação em tempo real”, afirmou.

Como um dos fundamentos de seu voto, o ministro citou jurisprudência do Supremo Tribunal Federal (STF), onde as movimentações financeiras com recursos públicos não são protegidas pelo sigilo bancário. Contudo, ele ressaltou que caso entenda necessário, o juiz relator do processo de prestação de contas pode decretar o sigilo de determinados documentos.

O professor e advogado em Direito Eleitoral e membro da Academia Brasileira Eleitoral, Renato Ribeiro de Almeida, ressaltou que no Brasil é severa a prestação de contas, ainda mais quando trata de recursos provenientes do fundo partidário e do fundo eleitoral.

“A matéria de prestação de contas é muito séria, cada vez mais rigorosa a sua aplicação por parte da Justiça Eleitoral, que conta com ferramentas e equipamentos para que se faça uma fiscalização efetiva e obriga que candidatos, partidos e coligações atuem estritamente dentro da legalidade”, destacou.

O advogado alertou também que não só a Justiça Eleitoral deve fiscalizar como estão sendo empregados os recursos, mas o cidadão deve estar atendo a destinação.

A decisão do TSE determinou a alteração da Resolução nº 23.604/2019 para a inclusão dos parágrafos que regulamentaram a divulgação dos extratos bancários dos partidos políticos. Foi pontuado que não se pode argumentar sigilo já que as legendas recebem recursos públicos, do Fundo Partidário e do Fundo Especial do Financiamento de campanhas.

Fundo Partidário x Fundo Eleitoral

O Fundo Partidário foi criado em 1995 para bancar despesas cotidianas dos partidos, como contas de luz, água e salários. Ele é formado por uma mistura de dinheiro público e privado que vem de arrecadação de multas, penalidades pagas por partidos políticos, doações de pessoas físicas e um montante definido anualmente através da Lei Orçamentária.

Já o Fundo Especial do Financiamento de campanhas, mais conhecido como Fundo Eleitoral, foi criado em 2017 para bancar as despesas de campanhas eleitorais, compensando assim o fim do financiamento privado determinado pelo Supremo em 2015. Como o nome indica, o fundo só está disponível em ano de eleição.

Mesários de 23 estados receberão auxílio por aplicativo do BB

Foto: Marcello Casal Jr

Os mesários de 23 estados nas eleições municipais de novembro receberão o auxílio-alimentação por meio do smartphone. O benefício será pago por meio do aplicativo Carteira bB, carteira digital fornecida pelo Banco do Brasil.

O pagamento por meio digital resulta da parceria entre o Banco do Brasil e os Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) dos seguintes estados: Acre, Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

Caberá a cada TRE definir o valor e a data de pagamento do auxílio-alimentação. As condições de recebimento podem ser verificadas no site da Justiça Eleitoral de cada estado.

Para receber o auxílio-alimentação, os mesários deverão instalar o aplicativo, disponível nos sistemas operacionais Android e iOS, e cadastrar-se na Carteira bB. Cada TRE encaminhará aos mesários um código que será usado para resgatar o benefício na data indicada. O saldo disponível aparecerá na tela inicial do aplicativo.

As eleições municipais ocorrerão em 15 de novembro, com o segundo turno em 29 do mesmo mês. Ao todo, serão preenchidos 67,8 mil cargos públicos eletivos de prefeitos e vereadores.

Lançamento

Lançada em março, a Carteira bB tem cerca de 1 milhão de clientes em todo o país. O aplicativo permite pagamentos por meio de Código QR (versão avançada do código de barras) em máquinas da bandeira Cielo. Também é possível fazer saques nos caixas eletrônicos do Banco do Brasil, recarregar celular, fazer transferências para qualquer conta bancária convencional e efetuar pagamentos com cartão virtual, usados em compras online, aplicativos de transporte e serviços de entrega.

Segundo o Banco do Brasil, o funcionamento simplificado do aplicativo atende às necessidades imediatas de serviços como os usados pelos mesários.

Agência Brasil