Weintraub é confirmado como diretor-executivo do Banco Mundial

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, fala à imprensa sobre implantação de escolas cívico-militares

O Banco Mundial anunciou a aprovação de Abraham Weintraub, ex-ministro da Educação, como diretor-executivo da instituição.

Ele representará grupo de nove países: Brasil, Colômbia, República Dominicana, Equador, Haiti, Panamá, Filipinas, Suriname e Trinidad e Tobago.

Alvo de dois inquéritos no Brasil, o ex-ministro da Educação foi indicado para o posto em Washington (EUA) pelo governo Bolsonaro.

O ex-ministro da Educação deve assumir o cargo de diretor na primeira semana de agosto. O mandato termina em 31 de outubro de 2020, quando a posição será novamente aberta para eleição.

Comentários