Núcleo de Inclusão Digital é lançado pelo PROCON Caruaru

Novo espaço vai otimizar atendimento a consumidores

Nesta sexta-feira (23), o PROCON Caruaru lançou um espaço para atendimento aos consumidores de Caruaru e região, o Núcleo de Inclusão Digital. O espaço tem como principal objetivo tornar acessível, ao grande público, meios digitais de resolução de conflitos, em especial, a possibilidade de utilização da plataforma consumidor.gov.br, que funciona como uma unidade de PROCON virtual, e que poderá auxiliar no atendimento do consumidor que procurar os serviços do PROCON Caruaru.

O projeto é do Banco Itaú e consiste na doação de equipamentos de informática para órgãos de proteção e defesa do consumidor situados no Brasil. O núcleo possibilita, ainda, o acesso a sites de educação financeira e canais digitais disponibilizados pelos fornecedores para atendimento do consumidor.

“Fomos a única unidade do Nordeste que recebeu a doação, sendo, portanto, uma das poucas unidades que possuem um núcleo de inclusão. Um dos funcionários do PROCON Caruaru dará suporte aos consumidores que desejarem utilizar a plataforma para registrar sua queixa contra uma das 538 empresas que, atualmente, estão cadastradas”, pontuou o gerente geral do PROCON Caruaru, Nyverson Moura.

Apenas cinco PROCON’s dentre as 909 unidades espalhadas pelo país receberam a doação, são elas: Poços de Caldas, Porto Alegre, Santo André, Jundiaí e Caruaru. As empresas atualmente cadastradas representam aproximadamente 60% dos atendimentos realizados diariamente pelo PROCON Caruaru. Dentre elas, encontram-se os principais bancos, as principais lojas do varejo nacional, empresas de telefonia, companhias aéreas, comércio eletrônico, CELPE, Indústria, planos de saúde, entre outras.

Sem enfrentar filas, através do núcleo de inclusão digital, caso o consumidor possua uma preparação mínima no manuseio do computador, ele poderá registrar sua própria queixa, sendo orientado ainda, caso possua smarthphone, a baixar o aplicativo “Consumidor.Gov” e acompanhar a resposta da queixa em casa. No prazo de 10 dias, caso o problema do consumidor não tenha sido resolvido, ele retorna ao PROCON acompanhado de toda a documentação necessária, a qual será analisada pelos atendentes do órgão, que poderão abrir processo e agendar audiência de conciliação, novamente, sem a necessidade de enfrentar filas.

“Atualmente, o índice de solução de queixas pelo consumidor.gov.br ultrapassa 80% dos casos. Esse índice representa um importante auxílio na agilidade do atendimento realizado pelo PROCON Caruaru, pois otimiza o atendimento e resolve o problema do consumidor de uma maneira mais rápida, fácil e barata”, destacou Nyverson.

Comentários