Condema realiza V Reunião Ordinária em Caruaru e discute Unidades de Conservação

A previsão é implantar dez no município, sendo duas em áreas urbanas

O Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Condema) de Caruaru reuniu os membros nesta quarta-feira (14), para a V Reunião Ordinária. Entre os destaques da pauta, estiveram a discussão e aprovação da Ata da I Reunião Extraordinária que aconteceu no dia três de julho deste ano, composição das câmaras temáticas e apresentação das áreas para novas unidades de conservação. A reunião aconteceu na Sala de Monitoramento da Prefeitura de Caruaru, no Bloco “A” e reuniu conselheiros titulares e suplentes da sociedade civil e governo municipal.

“O apoio do Condema para a criação das Unidades de Conservação é de fundamental importância, visto que é a sociedade que está opinando, não só pela conservação da fauna e flora do município, mas também para garantia da manutenção da temperatura amena na cidade”, ressaltou o secretário do conselho, Alexandre Leite, que também é secretário executivo de Sustentabilidade de Caruaru, ao citar as dez unidades de conservação previstas para serem implantadas no município, das quais, duas serão em localidades urbanas e contribuirão para o bem estar da cidade: uma na área urbana do Parque das Pedras, no bairro Nova Caruaru, e a outra no Parque das Baraúnas, que deixará de ser um parque urbano para se tornar uma unidade de conservação.

Unidades de Conservação

As Unidades de Conservação (UC’s) são áreas com características naturais relevantes criadas e protegidas pelo Poder Público, seja ele municipal, estadual e federal, com objetivos de conservação. As UC’s contribuem para a conservação de espécies e muitas delas podem ser palco de atividades educativas que visem a sensibilização ambiental.

Comentários